Bem ti vi

Para você, Letícia, meu Bem-te-vi".
Viste, hoje, o passarinho na janela?
Tão frágil, tão pequeno, tão delicada fera.
Parece procurar-te, de primavera, em primavera. Até pousar cansado, noutra janela.
Ouviste-lhe, acaso, o canto de saudade? Também eu te procuro minha bela.
Encontro-te no meu peito, fiz-te um ninho, aconcheguei-te no meu altar.
É que aquele passarinho na janela lembrou-me o dia que há muito já perdi.
Bem me quiseste, e tanto bem te quis...
Quiseste mais, eu sei, compreendi. Tu frágil, doce, bela...
Lembro-me de ti. Esquecer-te, meu amor, seria como me esquecer de mim.
É que aquele último dia cerrou-te os olhos delicadamente, e entre beijos eu te vi partir...
Voaste!... Voaste firme e decididamente.
De volta para dentro de mim,
E eu... Fiquei aqui, a lembrar-te de ti, a sonhar contigo, esperando o dia em que poderei te ter aqui, em meus braços para abraçar-te, beijar-te, beijar-te, beijar-te..
Te espero até depois do fim.

Amigos

quarta-feira, 26 de outubro de 2011

Tia Aninha...


Faltam palavras para agradecer você minha irmã, por tamanha dedicação!!!
Sei o quanto esta sofrendo pela Lelê, e por mim...
Infelizmente nossa decoração da moranguinho para Letícia não será feita. Tantos planos para essa festinha, tenho certeza que ficaria linda, assim como ela merecia!
Mas temos a decoração do chá de fraldas que você tão carinhosamente nos proporcionou.
Só posso mesmo agradecer a Você por tudo, por estar do meu lado me dando tanta forca nesse pior momento da minha vida!!!
Obrigada por me ajudar, por estar em busca de respostas para me dar.
Sinto sua ajuda, sinto seu apoio e seu consolo.
Realmente seu coração é grande demais e tenho sorte por estar dentro dele.
Amo Você!!!

Um comentário:

Ana Lucia Decorações disse...

Quantas lagrimas tenho derramado mas não me permito que vc as veja, pois esse é o momento em que eu tenho que amparara a suas.
Mas é assim que me sinto com uma enorme obrigação de cuidar de você e de te proteger, as vezes daquilo que nem te incomoda, mas eu por te amar tanto tenho tanto medo que essas cosas te magoem, ou te feriam ainda mais.
Vejo com tudo isso o quanto somos frágeis e o quanto precisamos um do outro, eu preciso ver você sorrindo, preciso ver você bem, para que eu me sinta assim também, hoje tenho outra maneira de crer na vida, talvez não saiba ou não entenda muita coisa, mas tenho certezas que a Lelê esta bem, e olhando por você, o tempo vai passar a dor vai amenizar pois sabemos que ela sempre vai existir, agora o que vai permanecer e o mais lindo e belo sentimento, esse amor sem medidas essa dedicação incansável e um orgulho imenso que sempre terei, de ser irmã da melhor mãe do mundo que a nossa princesinha poderia ter, te amo, sofro com você e por você, mas sei que ainda voltaremos a sorrir juntas, estou aqui pra quando precisar pra tudo e pra qualquer coisas, porque quem ama cuida e quero cuidar sempre de você!