Bem ti vi

Para você, Letícia, meu Bem-te-vi".
Viste, hoje, o passarinho na janela?
Tão frágil, tão pequeno, tão delicada fera.
Parece procurar-te, de primavera, em primavera. Até pousar cansado, noutra janela.
Ouviste-lhe, acaso, o canto de saudade? Também eu te procuro minha bela.
Encontro-te no meu peito, fiz-te um ninho, aconcheguei-te no meu altar.
É que aquele passarinho na janela lembrou-me o dia que há muito já perdi.
Bem me quiseste, e tanto bem te quis...
Quiseste mais, eu sei, compreendi. Tu frágil, doce, bela...
Lembro-me de ti. Esquecer-te, meu amor, seria como me esquecer de mim.
É que aquele último dia cerrou-te os olhos delicadamente, e entre beijos eu te vi partir...
Voaste!... Voaste firme e decididamente.
De volta para dentro de mim,
E eu... Fiquei aqui, a lembrar-te de ti, a sonhar contigo, esperando o dia em que poderei te ter aqui, em meus braços para abraçar-te, beijar-te, beijar-te, beijar-te..
Te espero até depois do fim.

Amigos

segunda-feira, 29 de agosto de 2011

29/08/11, Volta ao Serviço. Deus preciso de Ti, mais que o ar que respiro preciso de Ti.


voltei a trabalhar faltando seis dias para ela completar cinco meses, e a deixei com a Baba, uma vizinha de extrema confiança e na companhia de minhas outras duas filhas Karol 12 anos e Gabi 10. No primeiro dia de serviço trabalhei muito ansiosa, preocupada com o coração exprimido de tanta saudade, no fim da tarde quando fui buscá-la a Baba comentou que achou o peitinho dela do lado esquerdo um tanto alto e a observar também notei que estava saltado, me assustei, mas ela estava ótima, feliz, brincando não parecia ser nada de grave, quando meu marido (Ricardo) chegou levamos ela ao medico que ao examiná-la notou algo de diferente e foi logo afirmando ela tinha sopro no coração. Nossaaaa o desespero tomou conta de nós Papai e Mamãe, ele pediu alguns exames e pediu que fosse feito no dia seguinte e assim que pronto entregue a ele. Assim o fizemos, no outro dia estávamos no hospital fazendo eco-cardiograma, o mesmo detectou uma insuficiência na válvula mitral. Ao levarmos o resultado do exame ao medico ele de imediato nos encaminhou ao Incor, tudo muito rápido, sofremos com o baque mais quase não tivemos tempo de pensar, no outro dia de manhã estávamos no Incor. Reviraram-a de ponta cabeça fazendo muitos exames e no final da tarde me deram o diagnostico. Insuficiência mitral de importante repercussão. O tratamento é cirúrgico. Meu Deus só podia ser um pesadelo como pode a Letícia estava bem, sempre bem, nunca tinha tido nada, fora as consultas de rotina foi ao hospital duas vezes por conta de alergia a leite, só. Nunca teve uma febre, nunca teve se quer uma assadura, sempre dormiu a noite toda, sempre se alimentou bem, estava tão espertinha como toda criança saudável de cinco meses e de repente alguém me diz que terá que fazer uma cirurgia, não dava para acreditar, mais era fato. Então me apeguei a Deus como nunca antes em toda minha vida, implorando que protege-se minha filha de todo mal. Pedi, pedi implorei e tive a certeza que tudo daria certo, pois estava nas mãos de Deus.

Nenhum comentário: