Bem ti vi

Para você, Letícia, meu Bem-te-vi".
Viste, hoje, o passarinho na janela?
Tão frágil, tão pequeno, tão delicada fera.
Parece procurar-te, de primavera, em primavera. Até pousar cansado, noutra janela.
Ouviste-lhe, acaso, o canto de saudade? Também eu te procuro minha bela.
Encontro-te no meu peito, fiz-te um ninho, aconcheguei-te no meu altar.
É que aquele passarinho na janela lembrou-me o dia que há muito já perdi.
Bem me quiseste, e tanto bem te quis...
Quiseste mais, eu sei, compreendi. Tu frágil, doce, bela...
Lembro-me de ti. Esquecer-te, meu amor, seria como me esquecer de mim.
É que aquele último dia cerrou-te os olhos delicadamente, e entre beijos eu te vi partir...
Voaste!... Voaste firme e decididamente.
De volta para dentro de mim,
E eu... Fiquei aqui, a lembrar-te de ti, a sonhar contigo, esperando o dia em que poderei te ter aqui, em meus braços para abraçar-te, beijar-te, beijar-te, beijar-te..
Te espero até depois do fim.

Amigos

segunda-feira, 21 de novembro de 2011

Ei Letícia assim Você me mata ai se te pego ai... ai se pego...Cadê O Berço??? CADÊ VOCÊ MEU AMOR???


Ei Letícia assim Você me mata ai se te pego ai... ai se pego...
De todas as musicas que cantava pra Você, essa era a que mais gostava...
Viajo lembrando da sua cainha de arteira quando começava a cantar essa musica pra Você...
Nossa filha quanta saudade!!!
Como é difícil continuar sem você...
COMO É TRISTE QUERER MORRER E TER A NECESSIDADE DE CONTINUAR VIVENDO...
TRISTE DEMAIS***
Hoje acordei assim com muita saudade, muita mesmo... Saudade de tudo, do sorrisão logo que acordava... De te vê tomando o suquinho de mamão com laranja todas as manhãs... Da hora do PAPA, a melhor hora do dia, pois comia tudinho... Do banho logo depois do almoço para ir dormir fresquinha, gostosa... Da mamada da tarde só para ir dormir tranquila no colo da mamãe... De quando acordava resmungando, avisando que acordou... Das trocas de fraldas quando fazia a maior bagunça e as fraldas ficavam todas tortas... Daquele bumbum rosinha que nunca teve se quer uma assadura... Do suquinho de soja sabor uva que tomava a tarde e ficava com cheirinho de uva até o próximo banho... Do jantar ao som de galinha pintadinha, hora de satisfação total... Da mamada da noite, essa a mais especial, quando deixava de mamar e ficava fazendo o Tetê de chupeta e a mamãe fingia que não estava vendo só para aproveitar esse momento exclusivo... Hora de dormir com o Papai cantado;
QUERO SUA RISADA MAIS GOSTOSA ESSE SEU JEITO DE ACHAR QUE A VIDA PODE SER MARAVILHOSA.A.A...
... Saudade de achar que ouvi um barulhinho no berço e me levantar assustada para ver se esta tudo bem... De olhar você dormindo, esse era meu maior prazer, quantas vezes fiquei horas e horas te olhando dormir madrugada a fora... Era a melhor sensação do mundo.
Hoje depois de 7 meses acordei olhei para o lado e não vi seu berço... Que dor enorme, Cadê O Berço??? CADÊ VOCÊ MEU AMOR??? ONDE ESTA??? O QUE ANDA FAZENDO??? CADÊ VOCE???
Nunca irei me acostumar...

OHHH FILHA QUANTA SAUDADE... QUANTA... QUANTA... QUANTA...
AMOR INFINITO DA MAMÃE, MEU POTINHO DE OURO!!!

Um comentário:

Ricardo (papai) disse...

sorriso mais lindo do mundo...papai está sentindo mta falta filha.