Bem ti vi

Para você, Letícia, meu Bem-te-vi".
Viste, hoje, o passarinho na janela?
Tão frágil, tão pequeno, tão delicada fera.
Parece procurar-te, de primavera, em primavera. Até pousar cansado, noutra janela.
Ouviste-lhe, acaso, o canto de saudade? Também eu te procuro minha bela.
Encontro-te no meu peito, fiz-te um ninho, aconcheguei-te no meu altar.
É que aquele passarinho na janela lembrou-me o dia que há muito já perdi.
Bem me quiseste, e tanto bem te quis...
Quiseste mais, eu sei, compreendi. Tu frágil, doce, bela...
Lembro-me de ti. Esquecer-te, meu amor, seria como me esquecer de mim.
É que aquele último dia cerrou-te os olhos delicadamente, e entre beijos eu te vi partir...
Voaste!... Voaste firme e decididamente.
De volta para dentro de mim,
E eu... Fiquei aqui, a lembrar-te de ti, a sonhar contigo, esperando o dia em que poderei te ter aqui, em meus braços para abraçar-te, beijar-te, beijar-te, beijar-te..
Te espero até depois do fim.

Amigos

sexta-feira, 6 de janeiro de 2012

A esperança do reencontro, é o que me faz sonhar!!


Quem ja ouviu a frase:
Morrer é pouco quero que sofra???
Eu ja ouvi algumas vezes em novelas ou filmes, quando alguem deseja algo de muito ruim ao outro ele não deseja sua morte e sim seu sofrimento na terra... Pois a morte não sabemos ao certo do que se trata. Como diz minha psicologa certeza ninguém tem de nada, vai depender a fé e a religião que cada um segue, pois cada religião ensina ao seu modo...


Tem quem acredite em vida após a morte, um lugar lindo onde as pessoas vão para descaçarem...
Outros acreditam que nesse lugar lindo as pessoas vão para crescerem espiritualmente...
A quem acredite em reencarnação...
E há até quem acredite em céu para os bonzinhos e inferno para os que forem maus...
Ahh não posso esquecer do sono profundo até que Jesus volte para salvar seu povo...

Nossaaa...

Tantos disse e me disse que se pararmos para  analisar quem tem razão, quem conta a melhor história e qual delas é a mais convincente agente fica louca...
De qualquer modo imaginamos que morte não seja algo ruim, por essa razão os que tem tanto ódio em seu coração prefere desejar o sofrimento na terra do que a morte, embora a morte nos cause mais medo.
O fato é que sempre pensei que se um dia algo de ruim acontecesse com uma de minhas filhas eu preferia morrer a passar por esse sofrimento... Pensava e dizia... Prefiro morrer a perder uma de minhas filhas...
Ainda hoje penso assim, a questão é que agente pensa assim, deseja que isso aconteça mas por um castigo maior não morremos...
Perder um filho é literalmente a pior dor que um ser humano pode suportar, é o pior sofrimento que alguem pode resistir.
E querer morrer e ter a necessidade de sobreviver pelas outras filhas e pelo marido, sem duvida é o pior desafio.
E meios a tantos porques a pergunta que hoje não quer calar, é:
Que mal fiz??? que erro cometi???
Para merecer o pior de todos os castigos...

Enterrar minha filha, foi pior... muito pior do que participar do meu próprio enterro... Enterrar minha filha foi para mim enterrar minha alma, meu espirito, continuo viva, porem oca!!!
Continuarei aqui cuidando, zelando por minha família, até onde me cabe cuidarei deles, darei a eles meu melhor, embora pouco, o melhor... Mas por dentro não resta mais nada... Enterrei junto a Letícia...




Independente de religião que para mim não faz mais sentido, a esperança em encontrar com minha filha é o que me move, é o que me faz sonhar!!!
A saudade a cada dia que passa se torna maior, a dor é inevitável, o amor cresce a cada minuto!!!
Letícia Princesinha da Mamãe, meu sol, meu universo, meu tesouro... MINHA VIDA!!!
AMO INFINITAMENTE...

2 comentários:

Marla Desanoski disse...

Olá minha amiga, que bom que vc tem está esperança de se encontrar com ela um dia, pois eu tambem tenho muita esperança nisto, bom não sei qual é a sua religião, mas é claro temos que respeitar todas pois Deus é um só, bom, sabe o que me ajudou muito, pouco tempo atraz pensava muito nisto será que quando morrer eu vou encontrar meu filho??? sabe de 24horas tem o dia pensava nisto 23 horas, então resolvi conversar com quem entendi, fui me confessar conversei com o padre ele me ajudou muito fez uma oração que me ajudou bastante, sabe é triste a coisa mais triste que existe nesta vida, eu acredito que a dor maior eu já passei neste mundo, peço muito a Deus que proteja os meu filhos outra dor semelhante a essa que passamos eu não suportaria mais.
Amiga estou rezando por vc, derrepente vc não concorda comigo, no começo eu desacreditei de td me deu um desanimo não tinha animo para nada até mesmo de cuidar dos meus outros filhos, pois se a gente perde a fé, que graça tem viver nesta vida cheio de sofrimento, é com essa fé que tenho esperança de encontrar meu filho um dia, me desculpe falar, vc tem fé e acredita em Deus ainda e que ela esta adormecida está machucada, só esta esperança que vc tem, já se chama fé, acredite...

Bjusss...e uma abraço bem carinhoso...

Fabi disse...

É Marla esse é meu maior desejo encontrar minha filha novamente... Poxa ela é minha, é direito meu estar com ela...

Vamos sim encontrar nossos Bebes, merecemos isso!!!

Bjus Amigaaaaaaa***