Bem ti vi

Para você, Letícia, meu Bem-te-vi".
Viste, hoje, o passarinho na janela?
Tão frágil, tão pequeno, tão delicada fera.
Parece procurar-te, de primavera, em primavera. Até pousar cansado, noutra janela.
Ouviste-lhe, acaso, o canto de saudade? Também eu te procuro minha bela.
Encontro-te no meu peito, fiz-te um ninho, aconcheguei-te no meu altar.
É que aquele passarinho na janela lembrou-me o dia que há muito já perdi.
Bem me quiseste, e tanto bem te quis...
Quiseste mais, eu sei, compreendi. Tu frágil, doce, bela...
Lembro-me de ti. Esquecer-te, meu amor, seria como me esquecer de mim.
É que aquele último dia cerrou-te os olhos delicadamente, e entre beijos eu te vi partir...
Voaste!... Voaste firme e decididamente.
De volta para dentro de mim,
E eu... Fiquei aqui, a lembrar-te de ti, a sonhar contigo, esperando o dia em que poderei te ter aqui, em meus braços para abraçar-te, beijar-te, beijar-te, beijar-te..
Te espero até depois do fim.

Amigos

domingo, 29 de janeiro de 2012

Tia Aninha!!!

li isso no Blog do Miguel Mourad, e tive vontade de postar aqui:

Viver, não é doar um pouco . . .É doar sempre...
Não é apenas suportar a ofensa. . .
É esquecê-la. Não é compadecer . . .
É ajudar, mesmo que isso se torne incômodo.
Viver, não é simplesmente sorrir. . .
É mais do que isso, É fazer alguém sorrir.
Viver, não é medir sua ajuda, É ajudar sem medir.
Não é ajudar somente quem está perto, Mas estar sempre perto para ajudar.
Quem realmente vive e ama, não faz o que pode. . .
Faz o impossível.
Viver é sempre dizer aos outros que eles são importantes,
Que nós o amamos, porque um dia eles se vão e ficamos com a nítida impressão de que não o amamos o suficiente. VIVA . . .
Ame as pessoas ao seu redor, diga-lhes o quanto elas significam para você, perceba que a felicidade é uma coisa tão simples, que você pode alcançá-la num só gesto, Desde que esse gesto transmita tudo de bom que existe em você.
Desde que signifique SINCERIDADE Desde que demonstre AMOR. Ame as pessoas como se não houvesse amanhã ....

Então tudo oque esta escrito vcs fizeram e viveram pela Lelê Amaram e cuidaram dela, se doaram foram perfeitos em cuidado e amor....

APROVEITANDO:

Não vou cansar de dizer, não vou mais me engasgar!!!!
Vou repetir, repetir, repetir até que me entendam e me respeitem!!!

Os próximos a mim: Por favor não falem comigo como se a Letícia não existisse, ela existe e faz parte da minha vida, deixar de existir seria se nunca tivesse nascido, mas SIM ela nasceu, viveu e continua em mim... Por favor não esqueçam disso, se falar dela é definitivamente difícil, então não falem mais comigo, pois ela EXISTE e se faz presente em todos os momentos da minha vida!!! Jamais falarei... da Karol, da Gabi e deixarei ela de lado, como a Karol, a Gabi a Letícia é minha... Minha para sempre e ninguém tem o direito de tentar me convencer do contrario... Ninguém!!! Tenho 3 filhas e as amo com a mesma intensidade, com um diferencial a  mais a Letícia pela saudade do contato físico!!! Hoje sei que o que nos separa é só isso, o contato físico, fora isso tudo permanece como antes, é minha filha caçula, minha Bebezinha linda, que amo... amo... amo... Todo mundo que tem um bebe gosta de falar sobre ele, comigo também funciona assim.
Seja capaz, entendam isso, por favor!!! Desculpem, mas ame-a ou me deixe para sempre!!!


2 comentários:

Anônimo disse...

oi, o teu desabafo é também o que eu sinto, tive dois filhos um foi embora,foi morar com DEUS,mas ele sempre continuará sendo o meu filho amado,as coisas dele continua em seu quarto como se um dia irá usar tudo de novo.Um dia nós vamos nos reecontrar,essa certeza é o que me mantém de pé,um dia vc também irá reencontrar sua bebê tenha certeza disso.Falar dos nossos filhos que foram embora antes de nós faz bem,mas nem todos estão dispostos a nos ouvir, talvez tenham medo da nossa reação.Mas tenha força e fé,que é o que precisamos ,fica com DEUS,BJ

Fabi disse...

Oi, Obrigada por me entender... Só nos resta enterder uma a outra, pois, só nós sabemos o que é perder um filho(a) amado(a)...
Obrigada de coração, se quiser podemos nos apoiar, contar uma com a outra...
Abraço!!!