Bem ti vi

Para você, Letícia, meu Bem-te-vi".
Viste, hoje, o passarinho na janela?
Tão frágil, tão pequeno, tão delicada fera.
Parece procurar-te, de primavera, em primavera. Até pousar cansado, noutra janela.
Ouviste-lhe, acaso, o canto de saudade? Também eu te procuro minha bela.
Encontro-te no meu peito, fiz-te um ninho, aconcheguei-te no meu altar.
É que aquele passarinho na janela lembrou-me o dia que há muito já perdi.
Bem me quiseste, e tanto bem te quis...
Quiseste mais, eu sei, compreendi. Tu frágil, doce, bela...
Lembro-me de ti. Esquecer-te, meu amor, seria como me esquecer de mim.
É que aquele último dia cerrou-te os olhos delicadamente, e entre beijos eu te vi partir...
Voaste!... Voaste firme e decididamente.
De volta para dentro de mim,
E eu... Fiquei aqui, a lembrar-te de ti, a sonhar contigo, esperando o dia em que poderei te ter aqui, em meus braços para abraçar-te, beijar-te, beijar-te, beijar-te..
Te espero até depois do fim.

Amigos

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

Copiado de alguém que também perdeu um filho e sente mutilado como eu!!!

PERDER UM FILHO... Letícia, Minha filha linda...

É como acordar e ver que tudo não passou de um sonho; Ter a sensação de que agora tudo é apenas um pesadelo.
É com...o voltar de marcha-ré todo o caminho já percorrido;
É saber que uma nova gravidez pode acontecer a qualquer momento, mas mesmo assim parece ter sido a única;
É ter que esperar passar o tempo para se sentir melhor, mais quanto mais o tempo passa mais a dor aumenta; É como se o tempo não passasse, paralisasse no momento agudo da dor...
É sentir que tudo ficou sem graça; tudo virou nada...
É saber que isso acontece, é natural, é comum, faz parte da vida, mas é péssimo! É normal com os outros, mas com agente é algo que nunca poderia acontecer...
É sentir solidão porque já havia se acostumado com a ideia de mais um, carregando alguém na barriga, depois acorda do pesadelo e esse alguém nunca vai chegar; Onde esta meu alguém, o alguém mais importante da minha vida...
É procurar a causa da perda mesmo sabendo que não dá para encontrar; injustificável...
É alternar fases de não querer mais engravidar com outras de desejar conceber imediatamente;
É ter acreditado que comigo não aconteceria esse imprevisto e perceber que essa sensação de proteção é falsa; uma traição...
É conhecer mulheres que engravidaram na mesma época e observar seus bebês imaginando como estaria o meu agora; e se sentir injustiçada...
É ser obrigada a voltar a sua antiga rotina sem aquela constante euforia interna e ansiedade gostosa da espera de alguém querido chegar; Que vida? que rotina? não resta mais nada...
É sofrer sozinha, apesar do apoio do marido,da família e dos amigos; É sofrer, sofrer, sofrer...
É ter que encarar de frente a frustração e a sensação de incompetência;
É exercitar a paciência para esperar o que o destino está guardando; É não acreditar em mais nada...
Enfim, é aprender a lidar com os fatos indesejados da vida e seguir em frente mesmo com a tristeza lá no fundo. Seguir, como assim??? Para onde???
É ter pânico só de pensar em passar por isso de novo; Desespero
É querer contar para o mundo sobre uma próxima gravidez somente depois de estar com o bebê nos braços;
É assim que me sinto.... mais ou menos assim....

Com certeza, ME SINTO BEM PIOR...
PRINCESA LINDA, TE AMO MAIS QUE TUDO!!!


4 comentários:

Andréa Sobral disse...

Oi Fabiana meu nome é Andréa sou amiga do Márcio, Flavio e do Ricardo eramos amigos de infancia, desde que soube o que aconteceu, senti uma necessidade muito forte de falar com vc, não sei pq mas a partida da Leticia( me desculpe se posso falar assim)mexeu muito comigo, sou mãe da Beatriz que tem 1 ano e 2 meses. No dia que meu marido me deu a noticia me lembro como se fosse hj,tinha acabado de dar banho nela e estava na cama trocando ela e brincando quando ele entrou no quarto, ficou alguns segundos parado e me perguntou se eu sabia que a Leticia estava doente eu respondi que não, e ai ele me disse que ela havia falecido, nossa na hora eu senti uma dor no peito, uma sensação estranha, não queria acreditar que era verdade, como pode ser aquela menina alegre, sorridente que via nas fotos, a felicidade do Ricardo estava nos olhos dele, meu Deus era demais, fiquei falando com o Márcio atraves de mensagens e tenho feito ate hj por email tbm e achei seu blog me emocionei demais lendo, é impressionante como vc consegue passar tudo que está sentindo isso é uma forma de desabafar, de colocar tudo para fora. Me desculpe se estou sendo intrometida mas quera deixar aqui os meus sentimentos e dizer que vc é uma guerreira, o amor de mae é a coisa mais pura e verdadeira e ter tirado essa pequena de vc foi uma punhalada.Tenho sempre ela nas minha oraçoes, o anjinho mais iluminado tenho certeza.
Um forte abraço e continue lutando, deve ser quase impossivel isso mas ela que ter ver bem.
Andréa

Fabi disse...

Oi Andréa, que bom conhecer você, pena que seja nessas circunstancias né... Em fim, é sempre bom saber que tem alguém que pensa em mim, que sofre comigo a perda da minha filha, consequentemente a perda da minha vida também, pois naquele dia enterrei com a Letícia tudo o que havia de melhor em mim, toda minha fé, toda minha confiança, toda minha certeza... O que restou??? Restou os cacos que foram juntados para que eu possa continuar por aqui a cuidar dos meus... É isso... Recebo sim todo seu apoio, todo seu carinho, ficarei feliz em te conhecer pessoalmente para conversarmos mais ok.
Obrigada por tudo, desculpe pelas palavras, as vezes tendo medir um pouco o que quero dizer para não assustar as pessoas, mas acredite, difícil demais controlar o que digo... Ja dizia minha Mãe, boca fala o que o coração esta cheio, e o meu esta assim, cheio de dor, sangrando, ardendo e acredito que ficara assim para sempre, mesmo sabendo que minha filha além de Princesa é também um Anjo... Meu Anjo, minha vida!!!
Abraço forte.

Andréa Sobral disse...

Oi Fabi nessa horas as palavras fogem, acho que só quem passou ou passa por essa situação para entender sua dor,nada se compara.
Estou marcando com o Marcio uma pizza em casa ficarei muito feliz em recebe-los tbm, o que vc acha?Anota meu email andreasobral4@hotmail.com.
Boa semana força sempre.

Fabi disse...

Obrigada Andréa...
Abraço