Bem ti vi

Para você, Letícia, meu Bem-te-vi".
Viste, hoje, o passarinho na janela?
Tão frágil, tão pequeno, tão delicada fera.
Parece procurar-te, de primavera, em primavera. Até pousar cansado, noutra janela.
Ouviste-lhe, acaso, o canto de saudade? Também eu te procuro minha bela.
Encontro-te no meu peito, fiz-te um ninho, aconcheguei-te no meu altar.
É que aquele passarinho na janela lembrou-me o dia que há muito já perdi.
Bem me quiseste, e tanto bem te quis...
Quiseste mais, eu sei, compreendi. Tu frágil, doce, bela...
Lembro-me de ti. Esquecer-te, meu amor, seria como me esquecer de mim.
É que aquele último dia cerrou-te os olhos delicadamente, e entre beijos eu te vi partir...
Voaste!... Voaste firme e decididamente.
De volta para dentro de mim,
E eu... Fiquei aqui, a lembrar-te de ti, a sonhar contigo, esperando o dia em que poderei te ter aqui, em meus braços para abraçar-te, beijar-te, beijar-te, beijar-te..
Te espero até depois do fim.

Amigos

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

Perícia medica...

Quando engravidei da Letícia fazia um mês que tinha mudado de serviço, antes trabalhava na administração de um posto de gasolina, quis trocar de emprego porque não via crescimento no posto, o escritório era pequeno e embora se tratasse de uma rede de postos, não tinha para onde crescer... Por isso sai a procura de algo melhor... Quando passei no processo seletivo dessa empresa, não pensei duas vezes pedi a contas e no outro dia comecei la... Não que essa outra empresa fosse alguma mult nacional, não é, de qualquer modo é uma empresa maior onde tinha pra onde crescer... E cresci, um mês e quinze dias fui promovida a um outro departamento, o departamento que eu queria conquistar... CONQUISTEI... Mas, dias após a promoção comecei a sentir forte enjoos, quatro dias de menstruação atrasada eu ja sabia...
ESTAVA GRAVIDA...
Puxa,
Nem acreditei...
Felicidade completa...
Claro, a empresa não enxergou dessa maneira, assim que souberam me rebaixaram novamente...
E eu pensei...
TO NEM AIIIII...
Quero mais é curtir minha gravidez e aproveitar cada momento...
Assim foi,
Trabalhei até entrar no 9 mês, e sai de licença maternidade...
A lelê nasceu, vivi os melhores meses de minha vida...
Quando estava terminando a licença pedi a eles que me dessem férias, eles deram...
Quando estava terminando minhas férias, pedi ao medico o atestado de 15 dias (direito aleitamento) ele me deu...
E quando não tive mais como adiar voltei a trabalhar, sentindo aperto enorme em meu peito por deixar minha bebezinha com a vizinha (pessoa de extrema confiança)  e com as irmãs...
Trabalhei apenas um dia, e ela notou algo errado em minha filha... (a alteração no tórax) coisa que eu nunca tinha percebido ( o medico diz que aparece de ma hora para outra mesmo)... O fato é que nesse mesmo dia levei ela no medico, e tudo, ABSOLUTAMENTE TUDO, perdeu o sentido...
Comecei então a luta para salvar sua vida... E acreditei fielmente que tudo daria certo...
MAS NÃO DEU...
Marcamos a cirurgia para após um mês, e nesse período, durante 2 semanas tive forças para trabalhar, depois não pude mais, fiquei com minha filha...
Internamos ela, no dia seguinte foi a cirurgia e 11 dias depois ela partiu...
E desde então nunca mais trabalhei...
Uns dias após sua partida liguei para o serviço e pedi as contas, não me deram... disseram que eu estava em instabilidade maternidade, então passei no medico e me deram atestado... Quando acabou os dias de atestado pedi novamente as contas, mas uma vez me negaram, disseram que dessa vez estava em instabilidade doença...
Nossa...
Comecei então a luta por minha vida, na verdade para minhas filhas e para o Ricardo... Só por eles...
Iniciei tratamento com Psicologa, e logo fui encaminhada a Psiquiatra... Que de imediato me afastou ao INSS...
Tive então a primeira Perícia medica, com um doutor...
Que mal olhou em minha cara, pediu os documentos e o laudo medico... Ao perguntar como me sentia, comecei a chorar feito louca, pois fazia pouco tempo que tudo havia acontecido... Ele logo aceitou o pedido de afastamento...
Ontem acabou o prazo do afastamento, e hoje tive perícia novamente...
Acabei de chegar da perícia, dessa vez era uma medica...
Imaginem que peguei o ônibus errado e cheguei com 15 minutos de atraso, quase ela não me atende... Mas expliquei o que tinha acontecido ao segurança que explicou a ela, então acabou me atendendo...
Quando eu entrei na sala, a bolsa dela ja estava em cima da mesa, estava indo embora, eu era a ultima, então ela foi bem grossa...
Mesmo tendo tudo gravado em sistema, ela fez eu contar tudo o que havia acontecido,
No começo ela não esboçava reação alguma, e eu fui dizendo... relatando tudo, até que por fim ela estava comovida, olhar lacrimejando...
Ela perguntou se estava fazendo algum tipo de tratamento?
Então entreguei as receitas de meus remédios... E disse a ela:
Sabe doutora, por mim eu morreria agora mesmo, JURO... Mas tenho mais 2 filhas pequenas e 1 marido que sofre como eu, eles precisam de mim, por eles eu continuo a insistir... Você pode não acreditar mas eu estou lutando muito para viver, cada dia para mim é uma batalha...
E ela disse:
Mas você tem melhorado com o tratamento e os medicamentos???
Então olhei bem nos fundos dos olhos dela e perguntei:
Você realmente acredita que eu possa melhorar um dia???
Por alguns minutos o silencio tomou conta...
Então ela disse:
Sinto muito, vou aceitar seu pedido de afastamento, vou te afastar por um tempo maior do que sua medica esta pedindo, não é fácil tudo isso que esta passando, você tem razão em se sentir assim...
Poxa,
Vim embora pensando, Historia triste essa minha, capaz de comover qualquer pessoa, mesmo quem esta acostumada com isso, quem vê historias como essa todos os dias...
A medica tinha uma correntinha com uma menininha igual a minha, a diferença é que a minha tem asinha é uma anjinha e a dela é não...
Nossa...
Chorei muito,
Não pelo afastamento, mas pelo silencio que tomou conta, a mim ficou claro a resposta...
Em fim,
É isso,
Mas um episodio da historia mais triste do mundo, da dor mais profunda que um ser humano é capaz de suportar...

Filha Querida, lembro com tanta saudade cada minuto de minha gravidez, até mesmo das azias, dos enjoos, da inflamação no nervo ciático, tudo, sinto saudade de tudo, enquanto estava na minha barriga eu tinha a sensação de que mal algum pudesse chegar até você... Mais saudade ainda tenho de cada momento que passamos juntos, MOMENTOS FELIZES, que nada poderá apagar...
Não sei porque você se foi... Quantas saudades vou sentir, e de tristeza vou viver, aquele adeus não sei te dar... VOCÊ MUDOU A MINHA VIDA!!!

2 comentários:

Ana Lucia Decorações disse...

SAbe, cada dia tento entender e quantificar o quanto sofre, talvez na tentativa inútil de achar uma solução para esse sofrimento, porém me encontro em total impotência....
Ja passei por varias consultas de pericia quando me encontrava doente, e sofria muito mas era uma dor da carne, e sei com quanta hostilidade essses doutores nos tratam.
Lendo como foi a sua consulta, sofro muito pois sempre descubro que sofre muito além doque qualquer um de nós possa imaginar, porém, tenho certesa que não foi por a caso essa médica, a menininha no pescoço dela, assim como você notou ela deve ter notado, e como não se sensibilizar com essa história?
Hoje não posso muito mas na verdade não posso nada, mas penso que como ela de uma certa lhe foi tirada o maior bem que podemos ter, ninguem tem o direito de lhe negar nada, então sofro com você, por você, e para o que precisar luto por você, bju. amo você!!!

Marla Desanoski disse...

oi minha querida amiga, dificil dizer algo, estes momentos gravidez, nascimento são algo que a gente lembra do minimos detalhes, né, ai ai que saudades...momentos mágicos e felizes, momentos que nos sentimos completas.
Ai, que chato essa situação, de pericia ter que ficar afastada, pois seria até bom para vc destrair um pouco, mas vc não tem condiçoes ainda, tem que se cuidar ainda, tá muito recente ainda, né...
Amiga, sempre digo pra vc, nunca esqueço de vc nas minhas oraçoes, e peço muito o nosso conforto...Ia pedir pra vc ficar bem, como né???Sempre digo para os outros, "falar é facil" e se eu dizer isto vou ser igual aquelas pessoas que não compreendem, mas vc sabe que te compreendo muito...O que posso lhe dizer, que gosto muito de vc, tenho um carinho enorme por vc, e desejo do fundo do meu coração a sua recuperação...Bjusss amiga e um forte abraço...