Bem ti vi

Para você, Letícia, meu Bem-te-vi".
Viste, hoje, o passarinho na janela?
Tão frágil, tão pequeno, tão delicada fera.
Parece procurar-te, de primavera, em primavera. Até pousar cansado, noutra janela.
Ouviste-lhe, acaso, o canto de saudade? Também eu te procuro minha bela.
Encontro-te no meu peito, fiz-te um ninho, aconcheguei-te no meu altar.
É que aquele passarinho na janela lembrou-me o dia que há muito já perdi.
Bem me quiseste, e tanto bem te quis...
Quiseste mais, eu sei, compreendi. Tu frágil, doce, bela...
Lembro-me de ti. Esquecer-te, meu amor, seria como me esquecer de mim.
É que aquele último dia cerrou-te os olhos delicadamente, e entre beijos eu te vi partir...
Voaste!... Voaste firme e decididamente.
De volta para dentro de mim,
E eu... Fiquei aqui, a lembrar-te de ti, a sonhar contigo, esperando o dia em que poderei te ter aqui, em meus braços para abraçar-te, beijar-te, beijar-te, beijar-te..
Te espero até depois do fim.

Amigos

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012

A saudade é o museu do amor

Hoje li parte da História de Bruno Gouveia vocalista do Biquine Cavadão e me emocionei...
Relatos de uma Pai que perde seu filho...
Gabriel...
Difícil para mim ler toda história, não consigo mais, antes sim, começava a ler um blog e enquanto não lia tudo desde o começo até o fim, não descansava...
Hoje tenho que ler em etapas, postagem hoje, outra postagem amanhã... Salvo em meus favoritos e de tempos em tempo volto a ler...
Porque, não consigo mais???
Porque tenho sentido  panico no computador???
Um simples texto não sou mais capaz de ler por inteiro e se me forço a ler, não entendo... As palavras começam a se embaralhar a ponto de me confundir...
Minha irmã Ana Lúcia me mandou o link desse blog, e desde então tenho tentado ler para ver se consigo entender o que houve, porque Gabrielzinho morreu???
Claro, não entendi, impossível entender uma tragedia como essa...  Impossivel entender uma tragedia como a minha...

Copiei e colei uma parte de seu blog que me chamou muito atenção, Segue abaixo:

Dia de Finados. Não vou ao cemitério. Como minha mãe disse, "a conversa não é com o subsolo, ele está no andar de cima". Meu papo com ele não é hoje apenas. É todo dia, toda hora. Peço conselhos e conto o que se passa comigo. Peço que todos fiquem bem onde estão e não se preocupem com a gente.
A força, a gente acha, não há escolha, tem que achar, seguir em frente, não olhar muito pra trás. Na verdade, eles estão lá na nossa frente, bem longe, a nos esperar, dizendo "não desistam, nós te amamos".
Só que é inevitável que a gente olhe um pouco no retrovisor e sinta esta sensação de termos esquecido alguma coisa. Vamos envelhecendo e os retratos continuam mostrando um menino. A vida dá mostras de que segue seu curso sem se preocupar. Os amigos consolam, os fãs oram, os parentes nos amparam, mas não é fácil segurar as lágrimas e decidi que é isto mesmo, não tenho que prender nada. Chorar até faz bem - sofrer é que não faz. A saudade não o trará de volta, não aliviará a dor, mas esvazia este vazio que me consome, que serve como um uma descarga concentrada de EU TE AMO. Não o "eu te amo" que deixei de dizer - estes foram muitos, graças a Deus - mas todos os que não pude mais falar e ouvir.
Obrigado

Obrigado pelo leite derramado
Obrigado por cada sorriso
Obrigado por cada olhar trocado
Obrigado por cada lembrança

As Melhores fotografias
Estão nas minhas memorias
Obrigado por todas as palavras que vc aprendeu
Pela chance de ouvir você me chamar de pai

Te agradeço cada beijo e abraço
Obrigado pela benção de ter tido você ao meu lado
Menino lindo
Menimo levado
Meu capuccino
Meu pacotinho
Meu melhor presente
Meu quentinho

Obrigado pelas gargalhadas
Obrigado pelas horas sem sono
Obrigado por cada dia que você viveu comigo
Por cada banho tomado
Por cada dia na piscina
Pelos dias na praia

Obrigado por cada canção cantada
Por cada dengo, travessura e pirraça,
Obrigado por cada estrela que vc acende agora

Desculpe-me se choro
Nem todos os dias sou forte
Só o amor salva, eu sei
Mas sinto as vezes que nao tenho mais tanto tempo
Sinto que perdi mais que três anos
Sinto como se tivessem me arrancado a alegria
E a vida agora é apenas uma distração constante para
Me afastar da tristeza. O jeito é vivê-la.

A saudade é o museu do amor

É isso: Quantas verdades nessas palavras: Palavras essas que expressão o amor de um Pai ao seu filho amado que partiu... Lendo essas palavras pensei: Quantas coincidências existem entre nós... Quanto em comum temos um com o outro, eu, esse Pai, e tantas outra Mamães e Papais que perderam seus filhos amados... Então percebi que ninguém esta livre de passar por isso, que esse tipo de tragedia é mais comum do que se possa imaginar, e que nossos porquês são os mesmos aqui ou em qualquer canto do mundo, com pessoas iguais ou nada parecida com agente... Sofremos a mesma dor, sentimos a mesma saudade, e mais que isso:
Percebi que não sou só eu Mamãe louca que passa a amar sua filha cada vez mais e mais mesmo ela não estando aqui...
Percebi que esse amor louco, crescente é comum em cada coração partido por ter tido seu filho separado de nós...
Gostaria falar mais coisas sobre isso, mas não posso continuar, se não passo mal...
Como castigo é castigo, estou sendo castigada mais uma vez por não poder escrever mais e mais tudo o que grita meu coração...
Porem não tem problema:
Dor maior ja enfrentei ao ver partir minha filha, dor mair enfrento todas as manhãs quando acordo e percebo que tudo isso é real, que não estou tendo um terrível pesadelo, então penso:
O que vir agora é fichinha... Nada mais me aterroriza, nada mais me assusta... Perdi minha filha, nada mais pode me abalar, pois morri um pouco junto com ela e continuo a morrer dia após dia, a diferença é que ela por ser anjo foi direto ao céu, e eu por ter duas filhas pequenas a criar e um marido, tenho que continuar a cumprir minha missão com eles...
Fico então,
Continuo então,
Sobrevivo então,
Pela metade claro...
A vocês, família amada não menos importante...
Embora. essa parte minha que continua viva esta em luto, luto eterno pela caçulinha amada que partiu:
LETÍCIA FILHA LINDA TE AMO DEMAIS, OBRIGADA POR SER INFINITAMENTE MINHA!!!

4 comentários:

Marla Desanoski disse...

Que lindo amiga...Esta mensagem, é bem a verdade mesmo, todas nós que sabemos que perder um filho tem este mesmo sentimento, sabe, estes dias me fez sofrer, percebi que estava fazendo outra pessoa sofrer pelo meu sofrimento a minha MÃE, fiquei tão triste mais triste ainda por não ter pensado nela como e triste uma mãe ver um filho sofrer e ela estava sofrendo por causa de mim, o ano de 2011 que passou foi terrivel, não sei se te contei amiga, seis meses depois que Deus levou meu menino a minha vó querida faleceu e foi derrepente ela era uma senhora bem forte, assim pegou todo mundo de surpresa, pensa que dor no coração que fiquei estes dias minha mãe sofrendo por perder a mãe, e sofrendo tambem por ver meu sofrimento, dificil, viu...mas... tenho fé que dias melhores virão, para todas nós...
bjusss, amiga estou rezando por vc, tá!!!Em breve se Deus quiser vc vai ter melhoras...Fica com Deus...

Michele Carvalho Goulart Salomão disse...

Fa, muito linda a homenagem feita pelo Bruno Gouveia ao filho Gabriel, homenagem que, com certeza fizeram muitos pais, amigos e familias chorarem... Estava lendo a carta que ele dedicou ao Gabrielzinho na missa tbm me emocionou bastente e tem um trecho que não pude deixar de destacar, diz exatamente como nós que nunca perdemos um filho nos sentimos ao deparar com esta enorme dor...


*** Muitos pais vêm chorar comigo, pois sentem a dor daquilo que mais temem. A perda de um filho. Eu lhes digo. Espero que nunca saibam e sintam o que eu, Dario e Zé Luca estamos vivendo. Esta semana, em meio a uma tarde triste em que o vazio me abateu por não ter mais quem buscar na creche, escrevi este texto. Algo que me doeu botar para fora, ou para dentro de mim, mas que sintetiza tudo que sinto e renova minha esperança por dias melhores.

Li esta carta com lagrimas nos olhos....

Fabi disse...

Que lindo sua preocupação por sua Mãe Marla,nesse momento de dor tão particular seu... Espero que fique melhor a cada dia, pelos os seus, sua família que ama tanto... Fique bem por eles, amar é isso, é se doar por inteira, é deixar de sofrer para não os ver sofrer!!! Sei, ninguem mais que eu sabe o quanto isso é dificil, tenho tentado fazer isso todos os dias, ainda ñ consegui, mas continuo tentando, por eles (os meus).
Dificil, muito dificil, o jeito é tentar e não desistir né...
Conte comigo e obrigada por sempre se lembrar de mim... Amiga é bom demais poder contar com você, CONTE COMIGO SEMPRE!!!

Fabi disse...

Que coração esse seu, em Michele amiga tão querida... Como você é especial, espero que saiba disso e nunca se esqueça!!!
OBRIGADA POR TUDO...