Bem ti vi

Para você, Letícia, meu Bem-te-vi".
Viste, hoje, o passarinho na janela?
Tão frágil, tão pequeno, tão delicada fera.
Parece procurar-te, de primavera, em primavera. Até pousar cansado, noutra janela.
Ouviste-lhe, acaso, o canto de saudade? Também eu te procuro minha bela.
Encontro-te no meu peito, fiz-te um ninho, aconcheguei-te no meu altar.
É que aquele passarinho na janela lembrou-me o dia que há muito já perdi.
Bem me quiseste, e tanto bem te quis...
Quiseste mais, eu sei, compreendi. Tu frágil, doce, bela...
Lembro-me de ti. Esquecer-te, meu amor, seria como me esquecer de mim.
É que aquele último dia cerrou-te os olhos delicadamente, e entre beijos eu te vi partir...
Voaste!... Voaste firme e decididamente.
De volta para dentro de mim,
E eu... Fiquei aqui, a lembrar-te de ti, a sonhar contigo, esperando o dia em que poderei te ter aqui, em meus braços para abraçar-te, beijar-te, beijar-te, beijar-te..
Te espero até depois do fim.

Amigos

segunda-feira, 14 de maio de 2012

13 de maio***

Em fim, superei mais esse dia, com o coração apertado de tanta saudade e transbordando de tanto amor...
Dia extremamente difícil...
Como comemorar um dia das Mães sem sua Mãe por perto e sem sua filha caçula???
Difícil demais...
Mas sobrevivi, acordei com café da manhã na cama das meninas, uma cesta com pão, café, chocolate e cartões, 3 cartões, um de cada... da Karol, Gabi e da Letícia (feito pela Karol e Gabi)... Ou seja o dia começou já com muitas emoções...
É difícil explicar mas eu queria mesmo era ficar sozinha...
Como assim sozinha, e as meninas???
Explico:
tive 3,
Como toda Mãe queria passar o dia das Mães com as 3...
E já que não pude passar o dia com as 3, fiquei realmente triste e não queria vê-las triste também, por isso deixei que elas fosse almoçar na Vó... Já que eu não iria fazer almoço de jeito nenhum e la estava rolando um churrasquinho...
Logo que elas foram, marido falou, levanta dessa cama e vamos sair para almoçar, acabei vestindo a camiseta com a foto da Letícia e fui...
Chegando la a recepcionista que nos atendeu olhou a foto e disse:
Nossa que linda, eu respondi logo, é minha filha... Então ela perguntou, cadê???
Eu respirei fundo e disse, ela mora no céu... Nossaaaaaaaaaa as lagrimas presas desde cedo não aguentou e caiu...
Almoçamos rápido e voltamos para casa, antes disso passamos na farmácia para comprar os remédios, nossa, quanto remédio, que rombo no orçamento, e eu pensei:
Ao invés de estar comemorando estou aqui comprando esse monte de droga para sobreviver!!!
Chegamos em casa e as meninas já estavam, então passamos o fim da tarde juntas, comendo alem dos chocolates, tapioca com muito coco ralado e leite condensado!!!
Por fim o dia acabou...
Uffaaaa...
Ganhei alguns presentes:
Das filhas: o café da manhã, os chocolates, umas maquiagens da avon e o mais importante: os 3 cartões!!!
Do marido, o livro: MAMÃE ESTOU AQUI, o almoço, queria me dar também uma melissa e uma corrente de prata, mas deixamos para outro dia, pois eu não quis ir no shopping escolher de jeito nenhum...
Alguns telefonemas (das irmãs e cunhada) que eu não atendi, espero do fundo do meu coração que me entendam...
E das amigas virtual, um monte de mensagens, e alguns cartãoezinhos lindos que encheram meu coração de ternura...
Obrigada a todos...




 Tenho que finalizar dizendo:
SÓ O AMOR SALVA, OBRIGADA FILHAS LINDAS POR SALVAREM A MINHA VIDA!!!
KAROLINE, GABRIELA E LETÍCIA, AMO ETERNAMENTE AMO!!!

3 comentários:

Marla Desanoski disse...

Ai amiga...vi que foi um dia dificil pra vc, né...mas percebi que foi um dia de muitas emoçoes...sem palavras amiga, a unica coisa que posso te dizer é que te entendo, e que estamos juntas.
Pra mim, não foi um dia facil também, sabe quando acordei, meu filhos me deram um perfume que gosto pois o meu estava acabando rsrsrsr, mas não tem como não perceber, meus filhos me deu um abraço gostoso, mas falta eu ganhar mais um, dái logo fiquei imaginando, o Miguel estaria com 1 ano e 3 meses, daí pensei ele se pendurari no meu pescoço e ficaria pulando encima da cama, logo já iria vim para o meu colo e com certeza iria procurar seu mamazinho, ai amiga que dificil, viu...mas foi dificil também por ser o primeiro dia das mães sem minha vó, e fiqui triste por ela não estar entre nós ela era uma vó bem presente e triste pela minha mãe de sentir a falta da mãe, e pra ajudar almoçamos na casa da minha vó paterna, que está bem fragil, esta comendo só liquidos, perdeu um pouco da vóz, nossa que tristeza...mas... fazer o quê...
Cada um com a sua cruz, não é mesmo...
Fabi como gostaria de dar um abraço bem forte em vc...mas se sinta abraçada, um dia a gente se encontraremos trocará abraços bem aconchegantes uma em cada uma...Te amo amiga, bjusss, fica com Deus...

Anônimo disse...

que filhas maravilhoas, como te entendem e sabem oque vc precisa o cartão com da Lelê feito pelas irmanzinhas mas com certesa, inspirado por ela, lindo demias extramente emocionada, bjus amo vocês!!!!

Fabiana Gomes disse...

Marla amiga, recebo sim seu abraço, consigo senti-lo... Receba o meu também amiga, ESTAMOS JUNTAS!!! Abraço ♥