Bem ti vi

Para você, Letícia, meu Bem-te-vi".
Viste, hoje, o passarinho na janela?
Tão frágil, tão pequeno, tão delicada fera.
Parece procurar-te, de primavera, em primavera. Até pousar cansado, noutra janela.
Ouviste-lhe, acaso, o canto de saudade? Também eu te procuro minha bela.
Encontro-te no meu peito, fiz-te um ninho, aconcheguei-te no meu altar.
É que aquele passarinho na janela lembrou-me o dia que há muito já perdi.
Bem me quiseste, e tanto bem te quis...
Quiseste mais, eu sei, compreendi. Tu frágil, doce, bela...
Lembro-me de ti. Esquecer-te, meu amor, seria como me esquecer de mim.
É que aquele último dia cerrou-te os olhos delicadamente, e entre beijos eu te vi partir...
Voaste!... Voaste firme e decididamente.
De volta para dentro de mim,
E eu... Fiquei aqui, a lembrar-te de ti, a sonhar contigo, esperando o dia em que poderei te ter aqui, em meus braços para abraçar-te, beijar-te, beijar-te, beijar-te..
Te espero até depois do fim.

Amigos

sábado, 19 de maio de 2012

La vem eu fazendo mais mechan da revista "MULHERES FERIDAS QUE VOAM" Eu recomendo!!!

Quem me conhece sabe, sou uma pessoa verdadeira, intensa, acredito nas pessoas, e só falto morrer quanto percebo uma fraude de mentes doentes, como foi o caso que surgiu esses dias, de gente sem escrupulo usando nossa dor para se aproximar com a intensão de deus sabe la, oque... Sitei esse caso em algumas postagens que escrevi  anteriormente... Fiquei doente com aquele episódio todo que aconteceu, e de la para cá tem parecido outros casos... Ainda bem que faço parte de um lindo grupo de apoio no face chamado gama, e la temos ótimas detetives (conhecido também como "CSI" do gama, investigarão criminal)...rs No meio de tanta coisa ruim tenho conhecido muita gente boa, especial que literalmente me ajudam a viver, Amigas de dor, saudade, amor... Amigas de alma!!!

São diversas, com diferentes personalidades, o que nos identifica mesmo é a força do amor a nossos Bebês Anjos... Tem aquelas que me dão força, pedem apoio e ao mesmo tempo me apóia, tem aquelas que sofrem comigo, oferecendo-me nada mais nada menos que os ombros para que eu possa chorar também (e acreditem, isso vale muito), tem aquelas que me impulsiona a viver, me ensinam a ter esperança, a acreditar que a vida pode sim continuar, tem aquelas que apenas sofrem e mal deixa-me aproximar, tem aquelas que viram melhor amiga de infância, tem aquelas que vivem em função de vingança acreditando ser justiça, essas eu respeito muito, alias respeito todas cada uma é especialmente especial, com sue jeitinho, sua dor, sua saudade, seu amor!!!
Eu vivo muito perdida, num vai e vem de emoções, dias difíceis, outros piores, porem estou em busca de um caminho chamado amor, sei que só ele me levara a minha filha, sei que pode demorar, mas fazer o que??? o que mais tenho a perder??? Tenho certeza que independente do tempo que demore reencontrar minha filha é algo que eu só tenho a ganhar, ganhar aquele sorriso mais lindo do mundo, aquele carinho no rosto quando mamãe dizia, carinho Lelê, carinho, e la vinha ela desgovernadamente, carinhosamente fazer carinho na mamãe!!!
Tenho a ganhar a totalidade novamente em forma de Letícia, minha princesa linda!!! Tenho plena convicção que esse dia chegara, terei minha filha em meus braços novamente e viveremos juntas tudo que nos foi perdido!!! Nesse dia eu serei completa***Enquanto isso sigo caminhando na esperança e na certeza***
Entre uma mãe ferida e outra, conheci a Cassia Cohen, já falei dela algumas vezes aqui, ela é incrivelmente incrível, eu adorooooooooooo, quero ser igualzinha ela quando eu crescer...rs
Ela tem um projeto lindo, cheio de amor a outras Mamães feridas como eu, é a revista eletrônica:
www.mulheresferidasquevoam.com
Como eu disse anteriormente só recomendo o que acredito e admiro, esse é um trabalho que alem de tudo me identifico, pois é fonte de motivação e superação...
Esse projeto iniciou-se dia 06/04/12, dia que seu filho Oliver completou 1 aninho no céu, e o Cris 1 aninho aqui conosco na terra (um pouquinho distante de nós nos E.U.A / USA).
Foi um trabalho lindo, cheio de amor, de expectativas superadas...
Esse mês 05/12 entre outras matérias lindas, teve uma que para mim foi mais que especial, foi uma matéria falando na Letícia, em como minha família tem conseguido caminhar desde que ela foi morar no céu, o que fizemos no dia de seu aniversario, como sobrevivemos esse dia de dor, mas sobretudo de amor.
Vejam só que matéria mais linda:

As vezes os nossos filhos ainda estão no nosso ventre,mas,nós já começamos a pensar no “tema” para a festa do seu primeiro aniversário.Se é uma menina então,a imaginação voa, com asas cor de Rosas.Normalmente apos os primeiros meses toda a nossa força e concentração será para organizar uma festa de celebração pela sua vida ,que seja marcante e inesquecível….e claro…Rosa!!!
Fabiana ,assim como eu e você, já tinha em mente mil e uma ideia para festejar o primeiro aniversário da sua terceira filha Letícia. Fabiana assim como eu e você, amava a cor e o mundo Rosa onde o “Foram Felizes Para Sempre“ mesmo que não fosse “Sempre-Sempre”, ainda era “Quase Sempre” ,mas, ela assim como eu e você, não sabia que o “Quase sempre era o suficiente Para Sempre Ser Feliz.E diante disso, buscava,como todas nós,a utopia do “Sempre-Sempre”, que a Disney nos vendeu e nos entregou em embalagem cor Rosa,ainda quando éramos crianças .Lembra? Mas,um dia, Fabiana assim com eu e você descobriu que o nosso mundo Rosa,poderia mudar de cor,drasticamente-não para Rosa bebê ,Rosa pink,ou qualquer outra variação de Rosa ,mas,inacreditavelmente -o Rosa tinha poder de se transformar em Preto.
Mais ou menos 6 meses depois dessa terrível descoberta,Fabiana diferente de mim e de você, percebeu que só havia uma forma de extravasar aquela dor ,saindo daquele mundo escuro, Preto,que ela havia sido transportada, para um mundo, que se já não fosse possível ser tão Rosa, pelo menos, não fosse mais tão Preto.A parti dali,quando ela abriu sua mente para o estranho novo… começou a perceber que existia sim,nuances entre essas duas cores-o Rosa e o Preto- e nelas,muitos caminhos e formas, para se reaprender a viver usando o amor que ela tinha guardando para a Letícia.
Mesmo que aquelas nuances oscilarem muito entre um extremo pólo ao outro,ela conseguiu ver que na verdade o mundo tinha varias cores- e mais- que essas cores são “pintadas” por pessoa como ela,como eu, e como você…E que o nosso sonho de vida plena, a cor Rosa e o nosso medo mais profundo o Preto,eram justamente as cores que nem eu,nem ela,nem você,poderíamos alterar…O Rosa era a vida na excelência que só no céu poderemos alcançar e o Preto…a morte .Aceitando então a sua impotência diante desses dois extremos,ela sabiamente percebeu que era tempo de investir suas forças nas cores que ela tinha o poder de alterar.
preto.
Fabiana muito sábia,inspirada por Deus,sabia exatamente quando e por onde começar.Não perdeu tempo,não ponderou,não esperou…Usando as cores…ou melhor a cor…Rosa…para não perder o hábito,decorou aquele novo mundo…colocou balões…encomendou camisetas Rosas e..azul…estampou a foto da sua menina amada,recolheu brinquedo entre amigos,encomendou um bolo delicioso…enfim fez tudo que se espera de uma festa por ocasião do aniversário de uma filha.Decidida a viver um novo capitulo da sua historia ela não ficou em casa esperando os convidados- foi ate eles.Levando seu cenário perfeito.
E quando a festa começou ela lembrou que fazia muito tempo que ela não vivia um dia assim…menina brincado,menino correndo…gritarias…risos…gargalhadas. Poder proporcionar momentos com aqueles e senti que verdadeiramente se tem o poder de colori a vida de outras pessoas era a motivação para continuar viva que Fabiana buscava.No final do dia,com o corpo já cansado,mas, com o espírito reavivado,ela estava muito orgulhosa de si mesma e era extremamente grata ao seu marido Ricardo e aos amigos e familiares que deram suporte e baldes e mais baldes de tintas para que ela pudesse na transformação da dor em missão,pintar aquele mundo com outras nuances.
Depois daquele 05 de abril,aquele ORFANATO nunca mais foi cinza.E ontem enquanto eufórica ela me relatava suas descobertas e atitudes, finalizou dizendo:” Quando soltaram os balões em direção ao Céu, e a Erika gritou LETICIAAAA..meu coração disparou e ali olhando os balões subirem ,entre risos e lágrimas, ou melhor entre oscilações de nuances, falei: Recebe meu amor, esses balões cor de ROSAS, são para você brincar.Você tem duvidas que ela recebeu Cassia???
Não minha Fabi…não tenho,Mas,…psiu… fala baixo…ela está dormindo…dormindo um sono verdadeiramente cor de Rosa

Eu fiquei extremamente emocionada com essa mateira!!!


Em fim:
Esse mês nossa amiga esta preparando uma matéria linda sobre Gemêos, quando um deles vai para o céu e tudo perde o sentido e razão, porem o outro (a) continua aqui, precisa de cuidado, carinho, amoooorrrr... Como fazer??? Como lidar com essa situação??? Como juntar os cacos para cuidar de um, como não enlouquecer voltando para a casa da maternidade trazendo um no lugar de dois, como não se confundir com realidade injusta e cruel, como sorrir para um, chorando pelo outro??? E a festinha de aniversário, como comemorar???

É isso, conto com vocês que tiveram gêmeos e voltaram para casa com um só nos braços ou talvez sem nenhum...
Escrevam, vamos motivar outras Mãezinhas que estão passando por esse drama agora a superar essa dor, essa confusão toda que vira nossas vidas, essa saudade e esse amor!!!
Só quem passa por essa dor sabe o quanto é dificil sobreviver com esse vazio e o quanto uma palavra amiga pode nos ajudar...
Juntas temos mais força... EU ACREDITO!!!
Beijo Grande, conto com vocês!!!

Letícia vida da Mamãe te amo enlouquecidamente, te amo, amo, amo, amoo!!!!
E amooooooooooooooooooooooo♥

Nenhum comentário: