Bem ti vi

Para você, Letícia, meu Bem-te-vi".
Viste, hoje, o passarinho na janela?
Tão frágil, tão pequeno, tão delicada fera.
Parece procurar-te, de primavera, em primavera. Até pousar cansado, noutra janela.
Ouviste-lhe, acaso, o canto de saudade? Também eu te procuro minha bela.
Encontro-te no meu peito, fiz-te um ninho, aconcheguei-te no meu altar.
É que aquele passarinho na janela lembrou-me o dia que há muito já perdi.
Bem me quiseste, e tanto bem te quis...
Quiseste mais, eu sei, compreendi. Tu frágil, doce, bela...
Lembro-me de ti. Esquecer-te, meu amor, seria como me esquecer de mim.
É que aquele último dia cerrou-te os olhos delicadamente, e entre beijos eu te vi partir...
Voaste!... Voaste firme e decididamente.
De volta para dentro de mim,
E eu... Fiquei aqui, a lembrar-te de ti, a sonhar contigo, esperando o dia em que poderei te ter aqui, em meus braços para abraçar-te, beijar-te, beijar-te, beijar-te..
Te espero até depois do fim.

Amigos

sexta-feira, 25 de maio de 2012

Mais um susto***

Ontem completamente abalada pela data 10 anos sem minha Mãe, telefone toca por volta das 14:30h e diz:
Por favor gostaria de falar com a responsável da Karol...
Coração gelou...
Respondi:
Sou eu...
Então continuou:
Mãezinha é o seguinte, a Karoline estava fazendo aula de educação física e caiu na quadra, se machucou um pouquinho e esta com muita tontura a senhora pode vir busca-la???
Nosssssssssaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa...
Fiquei doida... Ainda mais doida...rs
Respondi:
Como assim machucou um pouquinho??? como assim esta um pouquinho tonta??? Vocês ligam para mim, tem que socorre-la em primeiro lugar... Levem minha filha ao pronto socorro que eu vou direto para la... E ela respondeu:
Não podemos tira-la daqui, já chamamos o resgate...
Vixeeeeeeee ai que meu coração parecia que ia sair pela boca, comecei com uma tremedeira sem controle, 10 minutos, só para tirar o carro da garagem...
Quando chego la, a menina esta toda machucada, cheia de hematomas no rosto, cabeça inchado, rosto todo ralado, 1 dos olhos ela não conseguia nem abrir direito, perna ralada, sem conseguir mexer o pé...
Fiquei ainda mais nervosa...
O Professor de educação física estava com ela na secretaria e explicou:

Ela caiu sozinha jogando bola, como pode???
Ohhhhh desequilíbrio meu Deus...
Isso que da ter uma vida acidentaria sem praticar nenhum esporte, sem fazer nenhum exercício físico...
Só, Televisão e computador... Ah muito tempo essa rotina precisa mudar e o que aconteceu foi mesmo a gota'agua...
Em fim,
Logo chegou o resgate e nos levaram ao pronto socorro, chegando la ela foi rapidamente atendida, foi feito curativo, tomografia, raio x, exames de sangue, etc...
Demos entrada no hospital as 15:00h saímos de la 23:00h...
A Lúcia assim que soube foi para la ficar conosco e mais tarde o Ricardo foi nos buscar... Felizmente foi só mais um susto, o inchaço cedeu e ela veio embora apenas com um colar de ortopedia no pescoço para ajudar no desconforto, uma receita com alguns anti inflamatório, e descalço pois um dos tênis tinham ficado na escola...
Que susto, nossa...
Vivo numa montanha russa de sentimentos, sensações, traumas e susto.
Pensem:
A Karol com 2 anos caiu de uma escada caracol, foi rolando, rolando, até chegar no chão... Felizmente só o susto...
A Gabi com 6 anos brincando na casa do Pai dela caiu de uma lage de 3 metros, mas uma vez só o susto...



A Gabi novamente com 10 anos foi atropelada por uma moto, saiu arrastada rua abaixo presa na moto, deixou parte de sua pele no asfalto, mas felizmente nada de fraturas, só o susto mesmo... E que susto (eu estava gravida de 8 meses).
3 meses depois a Karol com 12 anos muito invejosa tratou logo de ser atropelada por um ônibus, conseguiu dessa vez uma torção na perna e nada mais grave...
Agora Karol novamente com 13 anos me leva um tombo desses e vai para o hospital toda amarrada de ambulância...
Acham que eu aguento???
Não, definitivamente não aguento...
Ainda reclamam por eu tomar um monte de remedinho para stress...
Quem aguenta???
Falei com elas ontem:
Filhas por favor da para vocês terem uma vida saudável e sem acidentes??? Por favor, eu imploro...
Se eu pudesse as manteriam assim
Assim:
Mas não posso, infelizmente não posso mante-las para sempre debaixo de minhas asas...
Ahhh se eu pudesse...
Gostaria muito de ter o controle total e absoluto sobre elas, afinal são minhas, saíaram de dentro de mim!!!
Mas não posso, árdua tarefa de ser Mãe, muito bem dito que diz:
Ser Mãe é padecer no paraíso... Sem contar com a Letícia o Anjo mais amado do meu universo... Ela vive ainda mais longe de mim... no céu... O que me conforta é saber que la esta protegida e livre de todo o mal...
Masssssssss ahhhhh, queria ela aqui debaixo de minhas asas também...
É MINHA!!!
Ohhhhhh saudadeeeeeeeee....
Ontem enquanto circulava nos corredores daquele hospital com a Karol relembrei e vivi cada segundo do dia em que foi constatado o probleminha no seu coração... Eu ela e a  Gabi desoladas completamente desesperadas entre um e outro corredor fazendo vários exames na pequena... Ela no meu colo, tão calma, tão tranquila, tão saudável... Quem diria que ela tinha aquele problema tão grave??? Impossível não relembrar com tanta dor...
Lembro-me que quando a doutora acabou de fazer o exame de eco cardiograma eu perguntei:
Nada de grave né doutora?
E ela respondeu:
Infelizmente é grave sim Mãezinha, ela terá que ser operada o quanto antes....
Meu deuuussss, meu mundo caiu, o chão se abriu e o desespero tomou conta de nós... Enquanto eu e a Gabi chorávamos descontroladamente com nossa pequenininha no colo, ela olhava tranquila como se nada tivesse acontecendo...
Eu chorando e ela me olhando calmamente, talvez assustada comigo...
E a pergunta insistente que não quer calar:
PORQUEEEEE?????????????????????????
Nunca tinha tido uma gripe, nunca tinha tido se quer uma assadura, nunca precisou chorar para ganhar colinho, carinho ou atenção, tinha sempre 4 pessoas a sua total disposição... Ia dormi toda noite ao som de canções de amor cantado pelo Papai, adormecia todos os dias no peito da Mamãe, mamando tetê...
Acordava todos os dias com um sorrisão no rosto, alegre sempre com sua alegria plena...
1 mês após ela foi morar no céu, e nos deixou aqui morrendo de saudades e amor!!!
Éhhh ser mãe... A Letícia com apenas 6 meses conseguiu me dar o maior susto de toda a minha vida... Com ela não teve jeito, ela foi mesmo morar no céu sem que eu pudéssemos fazer nada para evitar... nem a ida rápida ao medico, nem sua internação programada, nem sua cirurgia no melhor hospital, com o melhor medico conseguiu a mante-la aqui...
Diante disso o que resta a fazer, se não pedir para ela se comportar no céu, obedecer as vovós e vir sempre que possível me visitar em sonhos...
Vem neguinha, vem... Minha vida só é completa com você, mesmo que em sonho!!!
Ahhh posso também pedir a ela que como Anjo cuide dessas irmãzinhas atrapalhadas...rs
Letícia meu Anjo obrigada por tomar conta de nós!!! Tarefa difícil essa de tomar conta de suas irmãs né filha???
Ainda bem que é um Anjinho muito especial!!!
Quanta saudade amorzinho da minha vida!!! Te amo até depois do infinito!!!

3 comentários:

Elis disse...

Caramba Fabi, que susto hem... aja coração para aguentar tantas emoções... mas graças a Deus que a Karol esta bem e que tudo não passou de um grande susto, espero que ela se recupere logo... beijos minha flor!
Lelê nossa potinho de ouro linda... se esta turminha ai estiver te dando muito trabalho, chama seus amiguinhos anjos para te ajudar nesta tarefa... e assim já aproveitam e venham nos visitar pois a saudade esta gigante e o amor transbordando...

nanda disse...

meu Deus fabiana que susto! e como elas conseguem sofrer tantos acidentes né!? tanto!!! eu já tinha infartado rs,ainda bem que embora sejam coisas graves né está tudo sobre controle,eu aqui me tremo todinha quando atendo o telefone e ouço aquela voz perguntando com toda a calma se eu sou a mãe do riann,certa vez me ligaram da escola dizendo assim:maezinha o riann teve um pequeno acidente na escola,mas não precisa se preocupar,ai eu desesperada perguntando o que houve e a moça não é que ele rolou a escada mas esta tudoo bem nem precisa vir já foi medicado,estou ligando só pra avisar que ele vai chegar com um machucadinho no rosto...o quêeee??? sai correndo e chegando lá ele com um galo na testa,eu quase morri,riann tbém ja rolou a esacada de casa com 3 anos e eu não consegui fazer nda só esparar chegar no final e pedir a deus que estivesse tudo bem,ele já quase derrubou uma coluna na escola e foi do mesmo jeito que meligaram dizendo que ele quebrou o óculos com uma pancada na coluna da escola e quabrou na queda..afeee precisamos ser fortes.

Marla Desanoski disse...

Amiga que sustooo!!!O meu Deus, manda um beijo pra Karol tá...
Eitá amiga ser mãe é a melhor coisa do mundo, mas tmbém podemos dizer que é uma tarefa muito dificil também, antes de ser mãe quase não tinha preocupações minha vida era tranquila pensava mais em mim, dormia a noite inteira, o ultimo pedaço de bolo que fica na geladeira eu poderia comer sem culpa alguma, ô vida boa, né kkk, mas com certeza não trocaria essa vida de mãe nuncaaaa, apesar dos sustos de vez em quando, é a melhor coisa que acontece na vida de uma mulher, não é mesmo...
Saudade esse é um sentimento que caminha junto com a gente, né, ai ai as veses a saudade doi tanto, como diz a mensagem, "As veses a saudade é tanta que chega escorrer pelos olhos" mas é a nossa missão, eitá missão dificil, chega ser quase impossivel...
Fabi mil beijos pra vc e fica sempre com Deus, que o anjinho da guarda acompanhe suas filhas sempre...