Bem ti vi

Para você, Letícia, meu Bem-te-vi".
Viste, hoje, o passarinho na janela?
Tão frágil, tão pequeno, tão delicada fera.
Parece procurar-te, de primavera, em primavera. Até pousar cansado, noutra janela.
Ouviste-lhe, acaso, o canto de saudade? Também eu te procuro minha bela.
Encontro-te no meu peito, fiz-te um ninho, aconcheguei-te no meu altar.
É que aquele passarinho na janela lembrou-me o dia que há muito já perdi.
Bem me quiseste, e tanto bem te quis...
Quiseste mais, eu sei, compreendi. Tu frágil, doce, bela...
Lembro-me de ti. Esquecer-te, meu amor, seria como me esquecer de mim.
É que aquele último dia cerrou-te os olhos delicadamente, e entre beijos eu te vi partir...
Voaste!... Voaste firme e decididamente.
De volta para dentro de mim,
E eu... Fiquei aqui, a lembrar-te de ti, a sonhar contigo, esperando o dia em que poderei te ter aqui, em meus braços para abraçar-te, beijar-te, beijar-te, beijar-te..
Te espero até depois do fim.

Amigos

terça-feira, 31 de julho de 2012

Quanta saudade...

Quanta saudade sinto de ti, pequenininha, coração da mamãe apertado, exprimido de tanta saudade, se eu fechar os olhos consigo te enxergar aqui juntinho de mim, no silencio da noite ainda escuto seus resmungos, suas risadinhas, quando acordo toda manhã ainda olho em volta procurando seu berço e por alguns minutos me sinto confusa em não ve-lo ali no seu cantinho, esses dias dormindo na casa do vovô a confusão só aumenta em minha cabeça, de repente acordo e não vejo o berço, olho desesperadamente em volta e não vejo meus moveis e sim os moveis do vovô, de repente não reconheço a casa, não reconheço a mim mesma, não sou eu sem você!!!
Então penso:
O que é uma mãe sem seu filho???
Seguindo o raciocínio que o filho sai de dentro da gente, penso que uma mãe sem seu filho é uma mãe sem alma...
Assim me sinto sem ti...
Aos poucos começo a reconhecer a casa de meu Pai, os móveis dele, vejo num cantinho do quarto seu berço desmontado, seus brinquedinhos encaixotados, suas fraldas tam. M intactas em cima do guarda roupa e percebo que você não esta mais aqui, Voou alto para o céu e hoje é minha estrelinha, meu Anjo, a luz da minha vida.
Tudo isso acontece em uma fração de segundos, hoje quase 10 meses longe de você ainda confundo o antes e depois de sua partida. Ainda hoje esculto as palavras da medica dizendo:
Sinto muito mãezinha...
Ao mesmo tempo escuto uma frase que ouvi a quase 1 ano e 4 meses dizendo:
Nasceu sua menina, é linda e cabeluda...
De repente essas duas frases se fundem e a emoção do primeiro instante e o desespero do ultimo momento formam um conflito dentro de mim.
Ainda hoje quando escuto o telefone tocar meu coração dispara ao lembrar daquele terrível telefonema as 4:00h da manhã do dia 15/10.
ainda hoje quando vejo a família reunida em alguma situação seja ela qual for,  mesmo que estejam todos rindo e felizes, recordo com exatidão daquele momento em que todos estavam a chorar sua partida...
E ainda hoje quando vejo a vida normal das pessoas sinto muito saudade de quando estava aqui e eu também era normal, tudo era tão perfeito, tão exato, é uma saudade boa, ao mesmo tempo uma saudade que fere, me traz as lembranças de tudo o que eu mais amo e logo em seguida mostra-me que tudo mudou.
E então me pergunto até quando sera assim???
E rapidamente me respondo...
Sera assim para sempre...
Falta algo dentro de mim, falta algo junto a mim, ficou um vazio absoluto em seu lugar, espaço esse que jamais sera preenchido muito menos substituído...
Sendo ocupado apenas pela saudade,
Saudade essa que cresce tanto e da a impressão de não caber dentro de mim, mas sei que cabe...
E ao mesmo tempo que sofro com essa saudade, faço questão de te-la comigo para sempre, afinal essa saudade também te traz para perto de mim, e mesmo sentido dor, não abro mão de nada que faça parte de nossa historia.
O mais incrível disso tudo é o amor...
Ahhhh o amor...
Esse amor mudou minha vida, meus princípios, minha fé, esse amor me faz acreditar em tudo que me faz bem, e tudo o que me faz bem é saber que você continua a viver em outro lugar, não importa se faz ou não sentido, se vai contra a tudo o que aprendi durante minha vida toda, se me engano ou me iludo, nada disso me importa...
O importante para mim é sonhar com você, ver você chegando pertinho delicadamente fazendo-me carinho, importante para mim é ver você sorrir, é você você andar, é ver você dizendo mamãe, papai, e cantar musiquinha contigo...
Isso para mim é tudo, isso para mim não tem preço!!!
Só o amor salva, e meu amor a você é tão grande, tão grande que supre qualquer barreira, qualquer dor.
Te amo imensamente minha Princesa de cabelos cacheados, te amo imensamente minha nega com cheirinho de suco de uva, te amo imensamente meu sentimento mais profundo, te amo imensamente minha lembrança mais intensa, te amo imensamente meu sorriso mais verdadeiro, te amo imensamente meu olhar mais sincero, te amo imensamente minha filha caçula, te amo imensamente meu pedacinho de mim.

Um comentário:

Thyara Melo disse...

Fabi, que lindas palavras de amor, a LETÍCIA com certeza é muito orgulhosa da mamãe que ela tem... minha linda amiga, guerreira, de luta e amor, vi seu comentário,e eu quem agradeço, obrigada por vc existir em minha vida, eu não te encontrei e vc não me encontrou, foi Deus quem nos uniu, nessa força, nessa garra de mães que choram, lutam a perda de suas joias raras, amiga linda que Deus colocou em minha vida, agradeço a ele todos os dias por ter encontrado vc, por poder compartilhar contigo minha dor e assim a gente divide cada detalhe de nossa luta, seremos agraciadas assim como desejamos, assim como pensamos que seria será, receberemos juntas nosso premio de Deus, estou contigo até o fim desse desejo de alma e coração que traçamos juntas, eu, vc e a Kathia, desejo de coração tudo de melhor minha flor, que Deus te abençoe todos os dias e te cubra graças e proteções, fica com Deus minha linda.... AMO VC!, beijos Thy!!!