Bem ti vi

Para você, Letícia, meu Bem-te-vi".
Viste, hoje, o passarinho na janela?
Tão frágil, tão pequeno, tão delicada fera.
Parece procurar-te, de primavera, em primavera. Até pousar cansado, noutra janela.
Ouviste-lhe, acaso, o canto de saudade? Também eu te procuro minha bela.
Encontro-te no meu peito, fiz-te um ninho, aconcheguei-te no meu altar.
É que aquele passarinho na janela lembrou-me o dia que há muito já perdi.
Bem me quiseste, e tanto bem te quis...
Quiseste mais, eu sei, compreendi. Tu frágil, doce, bela...
Lembro-me de ti. Esquecer-te, meu amor, seria como me esquecer de mim.
É que aquele último dia cerrou-te os olhos delicadamente, e entre beijos eu te vi partir...
Voaste!... Voaste firme e decididamente.
De volta para dentro de mim,
E eu... Fiquei aqui, a lembrar-te de ti, a sonhar contigo, esperando o dia em que poderei te ter aqui, em meus braços para abraçar-te, beijar-te, beijar-te, beijar-te..
Te espero até depois do fim.

Amigos

segunda-feira, 17 de setembro de 2012

A mais mistérios entre o céu e a terra do que possamos imaginar...

Minha vida, minha história só se fez completa quando você chegou. 
Seus olhos, Sua face me levam além do que pensei
Se às vezes me escondo, em Você me acho
Nem dá pra disfarçar, preciso dizer
Você faz muita falta,
Não há como explicar foi sem Você que eu pude entender
Que não é fácil viver sem Te ter
Meu coração me diz que não,
Eu não consigo viver sem Você

Saudade é o sentimento que ha em mim:
Embora eu não queira, não me permita e não me sinta preparada, percebo que estou vivendo uma fase de transformação, e por não perder o costume e pesquisar sobre esse processo encontrei esse texto e achei muito bonito e interessante. Falta agora é se acostumar com essa nova realidade e aceitar o que não se pode mudar...

 A transformação da Borboleta:

“A alma é uma borboleta…

há um instante em que uma voz nos diz
que chegou o momento de uma grande metamorfose".
Rubem Alves
A vida das borboletas começa com os ovinhos. Uma borboleta é capaz de pôr até 500 ovos, do tamanho da cabeça de um alfinete. Depois de pôr os ovos, a borboleta morre.
Do ovo, posto numa folha de árvore, nasce uma pequena larva que se alimenta comendo as folhas onde se encontra. A medida que vai comendo, vai crescendo, até transformar-se numa lagarta que começa a produzir uns fios de seda parecidos com uma teia de aranha. Um por um ela vai tecendo esses fios até formar um casulo que fica pendurado num galho. 
A lagarta fica dentro deste casulo, que mais parece uma folha seca e morta, pendurada, pronta para cair. Durante este período, ela vai se transformando, ate que, após duas ou três semanas, algo estranho começa a acontecer. O casulo vai sendo rompido, e dali sai uma linda borboleta, movendo todas as partes do seu corpo, para conseguir se libertar. 
A lagarta, enquanto estava encolhida no seu casulo, deixou-se transformar numa borboleta para continuar a vida.
A borboleta, bela, colorida, cheia de vida, vai, como que em forma de dança, voando de flor em flor, misturando-se com o colorido e a vida das flores. Como se não bastasse a vida que ela representa, ainda promove a vida, pois na dança, à procura do néctar, a borboleta facilita o contato entre as plantas, realizando a polinização.
A Borboleta é o símbolo da transformação por causa do seu processo de transmutação de lagarta em inseto alado. Suas asas, com desenhos coloridos e perfeitos nos encantam, elas possuem leveza, ritmo de vôo, silêncio e graça ao pousar para se alimentar das flores. Mesmo com sua aparente fragilidade e delicadeza, as borboletas conseguem atravessar oceanos!
É conhecida como “Pássaro da Alma” e nos remete a importância de estarmos conectados com nossa essência, com nosso Ser.
Viva o seu momento presente como um presente e, com a leveza das asas de uma bela borboleta em seu vôo matinal, atravesse todos os oceanos (crises) de sua vida!
Sinta-se merecedor de ser feliz!

“Justo quando a lagarta achava que o mundo tinha acabado ela virou uma borboleta...”

Um comentário:

Nathacha Caroline disse...

Linda mensagem! como sempre!Acho que estou começando a viver esta metamorfose, é estranho ... Começando a voltar a ter Esperanças ... mesmo tendo essa dorzinha no coraçao, mesmo faltando uma parte de mim, preciso tentar seguir em frente ... Bjos Linda!