Bem ti vi

Para você, Letícia, meu Bem-te-vi".
Viste, hoje, o passarinho na janela?
Tão frágil, tão pequeno, tão delicada fera.
Parece procurar-te, de primavera, em primavera. Até pousar cansado, noutra janela.
Ouviste-lhe, acaso, o canto de saudade? Também eu te procuro minha bela.
Encontro-te no meu peito, fiz-te um ninho, aconcheguei-te no meu altar.
É que aquele passarinho na janela lembrou-me o dia que há muito já perdi.
Bem me quiseste, e tanto bem te quis...
Quiseste mais, eu sei, compreendi. Tu frágil, doce, bela...
Lembro-me de ti. Esquecer-te, meu amor, seria como me esquecer de mim.
É que aquele último dia cerrou-te os olhos delicadamente, e entre beijos eu te vi partir...
Voaste!... Voaste firme e decididamente.
De volta para dentro de mim,
E eu... Fiquei aqui, a lembrar-te de ti, a sonhar contigo, esperando o dia em que poderei te ter aqui, em meus braços para abraçar-te, beijar-te, beijar-te, beijar-te..
Te espero até depois do fim.

Amigos

segunda-feira, 15 de outubro de 2012

1 ano se passou:


A exatamente 1 ano minha filha se despedia do mundo e seguia em rumo a uma nova vida, eu mamãe e Papai Ricardo implorávamos que ela ficasse, sabemos o quanto ela lutou, mas sua partida já havia sido decretada e assim ela voou alto para o céu, local onde vive e como uma estrelinha ilumina nossas vidas... Letícia chegou em nossas vidas no dia 05/04/2011 trazendo consigo alegria plena, viveu entre nós por um tempo curto de mais, 6 meses apenas, tempo suficiente para transformar nossas vidas, partiu no dia 15/10/2011 deixando em nossos corações o maior e mais lindo sentimento que existe, o maior incondicional que vai alem de todas as coisas capaz de resistir a tudo inclusive a morte. Hoje 1 ano se passou e quanta coisa mudou, lutamos para continuar a viver nesse mundo longe dela e afirmo, não é nada fácil, embora a certeza de que ela continua viva no céu como um anjo a nos abençoar e que nossa separação é apenas temporária as vezes a cabeça pira e vontade de morrer é muito grande, matamos vários leões por dia, o da saudade, o da revolta, o da dor, o dos porquês, e tantos outros... E assim vamos sobrevivendo um dia de cada vez.
No dia em que ela completaria um aninho eu descobri um meio de sobreviver a aquela data tão importante e significativa, gritando ao mundo todo o meu amor a minha filha, levando bolo, doces e lembrancinhas a um orfanato, ao chegar la percebi que levamos muito mais que isso, levamos aquelas crianças a alegria plena da Letícia, os sorrisos, o brilho no olhar de cada criança me fez notar uma magia naquele lugar e perceber que ela estava la juntinho de nós. 6 meses se passaram e no dia das crianças não poderia ter sido diferente a Letícia veio com uma missão, a de trazer alegria plena e embora ela tenha partido para o céu cedo de mais sua missão continua através de nós mamãe, papai e irmãs, e nesse dia das crianças vocês nos ajudaram a levar alegria plena de minha Letícia a todas aquelas crianças.
Esses dias que antecederam o dia 15 não foram nada fáceis... Estava me sentindo realmente muito mal, durante todo o caminho rumo ao orfanato eu fui chorando sentindo toda a angustia e mal estar que se pode imaginar, ao chegar la, crianças de 0 a 6 anos nos esperavam ansiosos na janela, ao nos verem se aproximando começaram a gritar e bater palmas, quando entramos fomos agarrados por eles, não preciso nem dizer que amaram os brinquedos!!!
Ao perguntar aos educadores se eles já tinham ganhado algum presentinho a resposta foi rápida:
-NÃO!
E concluiu:
-Nem comentamos com eles que era dia das crianças com medo de não aparecer ninguém, tem ano que vem, tem não que não vem ninguém, por isso estávamos agindo como se fosse um dia normal...
Entendi o porque vários contratempos aconteceram para que fossemos la, pois estava tudo certo de levarmos aqueles brinquedos em um outro orfanato, o Santa fé, mas um pouco antes de sair de casa a diretora do santa fé me ligou e disse:
-Fabi, você não quer levar esses brinquedos em algum outro local? as crianças aqui acabaram de ganhar muitos brinquedos.
E foi assim, em cima da hora que eu pesquisei na internet e descobrir esse outro local.
Abrigo Mais.
Entrei em contato, consegui autorização, confirmei o tanto de menina e meninos, corri para a única loja que ainda estava aberta por ser feriado, comprei o restante dos brinquedos e fui.
Tinha 33 crianças, e não sei como perdi um dos brinquedos, chegando la com 32, faltou 1, então a Gabi (minha filha) correu e pegou o presente que eu tinha comprado para ela e por coincidência estava no carro, na hora de vir embora eu disse a ela:
-Fica triste não Bibi mamãe compra outra joaninha de pelúcia para você, e de imediato ela respondeu:
-Mãe, estou muito feliz de ter dado meu presente aquela menininha...rs
Em fim, 
Ganhei meu dia, tenho filhas especiais, no céu e na terra...
Vinhemos embora felizes, levamos sim a alegria plena da Letícia aquelas 33 crianças!!!

Grandíssimo beijo em todos vocês que me ajudaram a levar o sorriso e o brilho no olhar de todas elas.
Obs.: As fotos estão longes e fora de foco pois quis preservar  a identidade dos pequenos.


Exatamente 1 ano se passou e eu aprendi que:

Aprendi que a vida continua mesmo após a morte,
Que amar é tão necessário quanto o ar,
Que lutar é manter o equilíbrio,
Que o tempo cura quase tudo,
Que existem mágoas que se tornam permanente,
Que a decepção não mata mas muda todo,
Que o hoje é reflexo do ontem,
Que os verdadeiros amores são eternos,
Que não existe dor maior do que a de enterrar um filho,
Que sonhar não é fantasiar,
Que a beleza não está no que vemosmas sim no que sentimos
Aprendi e tive provas que a vida continua mesmo depois da morte
Que existem vários deuses, e o verdadeiro Deus pode ser sim maravilhoso, mas é preciso conhecê-lo independentemente de religião, e para isso o caminho é longo.
Que muita gente pensa que sabe de muita coisa, mas na verdade pouco se sabe!!!
o segredo da vida é :
Ahhh, não existe segredo!!!
Mas é preciso saber viver.

Aprendi que só o amor salva e por isso agradeço em todos os momentos ao um anjo de cabelos enrroladinhos e cheirinho de suco de uva de addes de uva, por la do céu brilhar como uma estrelinha, iluminar a minha vida, receber e retribuir todo esse amor que cresce dia após dia... 
É muito amor... É amor demais...
Te amo minha Pequenininha te amo demais!!!

2 comentários:

CECYLIA - BLOG PERDI MEU BEBE disse...

Oi Fabiana, que Deus lhe conforte a cada dia minha amiga.
Só Ele sabe exatamente como a gente se sente, nossos anjos nunca serão esquecidos, pois o momento que tivemos com eles ao nosso lado foram muito especiais, muito intensos, dedicamos nosso amor, nossa vida a raspinha do tacho. Mas sabemos que eles estão sendo muito bem cuidados por Deus e que um dia entenderemos o porque de todas as coisas. Muito linda a sua atitude em presentear as crianças do orfanato, tenho certeza de que te fez muito bem, a Letícia deve estar muito orgulhosa da família que ela tem.
Beijos no coração
Cecylia

Anônimo disse...

Parabéns !!! Leticia está com certeza muito orgulhosa da família linda que a acolheu tão bem na terra. Ela partiu, mas não está longe,seu coração Fabiana é o berço em que todos os dias a pequena repousa em paz. Deus abençoe suas filhas, seu marido e você...não é fácil eu sei, mas a lição que vcs estão aprendendo e através deste blog ensinando é muito valiosa.Obrigada.