Bem ti vi

Para você, Letícia, meu Bem-te-vi".
Viste, hoje, o passarinho na janela?
Tão frágil, tão pequeno, tão delicada fera.
Parece procurar-te, de primavera, em primavera. Até pousar cansado, noutra janela.
Ouviste-lhe, acaso, o canto de saudade? Também eu te procuro minha bela.
Encontro-te no meu peito, fiz-te um ninho, aconcheguei-te no meu altar.
É que aquele passarinho na janela lembrou-me o dia que há muito já perdi.
Bem me quiseste, e tanto bem te quis...
Quiseste mais, eu sei, compreendi. Tu frágil, doce, bela...
Lembro-me de ti. Esquecer-te, meu amor, seria como me esquecer de mim.
É que aquele último dia cerrou-te os olhos delicadamente, e entre beijos eu te vi partir...
Voaste!... Voaste firme e decididamente.
De volta para dentro de mim,
E eu... Fiquei aqui, a lembrar-te de ti, a sonhar contigo, esperando o dia em que poderei te ter aqui, em meus braços para abraçar-te, beijar-te, beijar-te, beijar-te..
Te espero até depois do fim.

Amigos

terça-feira, 5 de março de 2013

1 ANO E 11 MESES DE LETÍCIA.


Acabo de ler um texto no blog: Meu mundo, que me tocou profundamente...
O titulo é:

A vida de Jó e as mães que perderam seus filhos


Texto perfeito, recomendo a todas nós mamães de Anjos.
http://nandaflorzinhabricio.blogspot.com.br/2013/03/a-vida-de-jo-e-as-maes-que-perderam.html

Fiz um pequeno resumo do que li.
Nesse texto muito bem escrito por Fernanda da Costa Xavier ela nos mostra a linda conclusão que chegou após e estudar e refletir muito sobre a história de Jó... Deus realmente o honrou, devolveu a ele tudo o que havia tirado em dobro, menos os filhos, pois na história de Jó conta que Jó teve 10 filhos, perdeu os 10, e teve mais 10 e não 20 que seria o dobro. 

Veja:
Quando lemos lá o que lhe foi dado em dobro, vemos a descrição, de O dobro de bois, propriedades, e ai chega na parte dos filhos ele tem novamente sete filhos e três filhas, totalizando dez filhos no geral. 
Ai você me pergunta, como? não era em dobro? ele já tinha antes dez e perdeu dez, se ele teve TUDO em dobro, porque os filhos são o mesmo número.
Eu meditei sobre isso esse tempo todo, e encontrei a explicação, Deus me fez ver que realmente foi em DOBRO, ele teve novamente o mesmo número de filhos, porque se você contar os dez que ele perdeu e juntar com os outros dez dará o número correto.
Deus nos mostrou o que? que substituição de filhos não existe e Ele jamais faria isso. Ele nunca, substituiria os filhos de Jó, ele teve outros , mas não teve mais vinte (já que seria o dobro), porque filho é algo que não dá para repor.
Creio que ter mais dez filhos deve ter alegrado o coração dele, mas de forma alguma ele esqueceu os filhos que teve, e o coração jamais deixou de doer.
Fernanda da Costa Xavier

Virão?

Confesso que eu sentia uma raiva sem tamanho quando as pessoas me comparavam a Jó por não saber o que responder, eu pensava:
Porque ao invés de nos comparar a Jó não nos comparam a Lazaro que ja estava morto a três dias e Jesus o devolveu a vida??

Minha fé era a de Lazaro e não a de Jó, POIS ATÉ O MOMENTO DO SEPULTAMENTO EU PEDIA A DEUS QUE DEVOLVESSE A VIDA DA MINHA FILHA, EU TINHA FÉ PARA ISSO.
Mas as pessoas insistem sempre em relatar algo que impressiona, que choca... Essa sempre foi a intensão... Nos deixar sem resposta, tentar nos convencer que Jó era mais fiel, tinha mais fé, foi testado e nunca amaldiçoou  seu Deus... Perdeu 10 filhos e nós que só perdemos 1 fazemos esse drama todo. Outra coisa que eu nunca engoli, que diferença faz perdeu 1 ou 10??? por acaso a dor a menor??? até onde eu entendo a alma é uma só, e a sensação que sentimos ao perder um filho é de ter perdido a alma. De qualquer modo Jó perdeu sim tudo o que tinha, até mesmo seus filhos e a frase bonitinha que saia de seus lábios eram estas:
Deus me deu e ele mesmo tirou, louvado seja o nome do Senhor...
E Deus o honrou, devolveu a ele tudo em dobro, mas uma coisa eu afirmo por conhecimento de causa, a dor que ele sentiu ao perder seus filhos, essa permaneceu com ele... para essa dor não teve reparo ou solução. Deus deu a ele mais 10 filhos, não vinte pois jamais substituiu os filhos que havia tirado dele... CADA FILHO É ÚNICO, UM JAMAIS SUBSTITUI O OUTRO. 
PORTANTO NUNCA DIGA A MIM:
MAS PELO MENOS VOCÊ TEM A KAROL E GABI... ISSO NÃO FAZ SENTINDO!!!
A KAROL JAMAIS SERIA SUBSTITUÍDA, NEM A GABI, TÃO POUCO A LETÍCIA...
PORTANTO JAMAIS DIGA A MIM.
PELO MENOS TERÁ OUTRO FILHO, OU OUTROS FILHOS...
ESSES FILHOS JAMAIS SERÃO SUBSTITUÍDOS, TÃO POUCO SUBSTITUÍRA MINHA LETÍCIA...

Creio que isso define exatamente o que sentimos ao engolir a seco quando nos comparam a Jó... Jò teve tudo, perdeu tudo, a frase que o define é: Deus me deu, ele mesmo me tirou Louvado seja o nome do Senhor... 

Bonito né??


Desde que minha filha foi para o céu que conheci e conheço quase que diariamente centenas de mães que perderam seus filhos através de grupos de ajuda, e nunca vi nos tempos de hoje uma mãe de anjo agir como Jó, mas em cada historia que tomo conhecimento exergo a mesma fé que havia em mim, a mesma decepção, a mesma dor, a mesma frustração.


Nunca julgue uma mãe que perdeu seu filho.

Não nos comparem a jó...
Pois tínhamos a fé de Cristo quando ressuscitou Lazaro!!!
Parabéns minha Princesa, hoje você completa 1 ano e 11 meses de vida no céu. Meu amor por você cresce a cada dia, a cada minuto, é muito amor, é amor demais... AMOR QUE NÃO CABE EM MIM...
TE AMO ATÉ DEPOIS DO FIM.





2 comentários:

Marla Desanoski disse...

Pois é, algo que me chateia muito é isso..."ah...ainda bem que vc tem a Laisa e o Felipe", sim Grças a Deus eu tenho eles, mas nenhum deles substituiu o meu caçulinha, pois o amor que eu tenho é igualmente para os tres...Sabe amiga, estes dias me bateu uma revolta, cois que nunca aconteceu comigo, pensei, poxa, não tive nem tempo de sofrer a morte de meu filho...as pessoas me obrigaram a ser forte, simplesmente tive que aceitar...(aceitar falsamente, pois por dentro só Deus sabe) ninguem pensou em mim, as pessoas só queria saber em falar do que me escutar, poxa...foi um filho que eu perdi, não é simples de se resolver, ou quer dizer acho que isto nunca se resolve..., daí quando eu toco no assunto é aquela mesma chateação, olha uma coisa eu confesso pra vc, poucas pessoas me ajudaram viu, as veses excesso de amor atrapalha, as pessoas que me ama não queria me ver sofrer daí de certa forma me sufocaram, ai amiga tem hora que é tão dificil...mas mesmo assim não deixo de agradecer a Deus, pois Ele me ajudou muito, eu acho que já te falei, mas foi nessa hora dificil que senti a presença de Deus em minha vida, por isso que me aproximei mais de Deus, e posso dizer que foi muito bom, e confortante...mas é isso Fabi, e desculpe o desabafo, eu não tenho com quem falar daí sobra pra vcs rsrsrsrs Bjusss amo vc!!!

Fernanda Costa Xavier disse...

Oi Fabiana,
Obrigada por citar o texto, querida realmente oque você disse na sua reflexão é verdade, até o ultimo momento eu também queria que meu filho voltasse, eu também tinha fé pra isso. E esperei, mas infelizmente não aconteceu.Também tinha raiva de quando usavam a história de jó pra tentar me animar, e você conseguiu externar lindamente o sentimento que tbm tenho, que é a de ficar sem palavras. Ai comecei a meditar... e fez sentido essa linda rase que jó fala já foi no fim de sua vida, as coisas estavam melhores, já havia começado um processo de cura, ele simplesmente agradecia Deus por tudo, mas não creio e a bíblia não fala que era em especifico pelos filhos...
Fico feliz dessas conclusões terem ajudado outras mães como nós que temos que viver, parafraseando vc mesma, sem a nossa alma!!

bjs Fernanda