Bem ti vi

Para você, Letícia, meu Bem-te-vi".
Viste, hoje, o passarinho na janela?
Tão frágil, tão pequeno, tão delicada fera.
Parece procurar-te, de primavera, em primavera. Até pousar cansado, noutra janela.
Ouviste-lhe, acaso, o canto de saudade? Também eu te procuro minha bela.
Encontro-te no meu peito, fiz-te um ninho, aconcheguei-te no meu altar.
É que aquele passarinho na janela lembrou-me o dia que há muito já perdi.
Bem me quiseste, e tanto bem te quis...
Quiseste mais, eu sei, compreendi. Tu frágil, doce, bela...
Lembro-me de ti. Esquecer-te, meu amor, seria como me esquecer de mim.
É que aquele último dia cerrou-te os olhos delicadamente, e entre beijos eu te vi partir...
Voaste!... Voaste firme e decididamente.
De volta para dentro de mim,
E eu... Fiquei aqui, a lembrar-te de ti, a sonhar contigo, esperando o dia em que poderei te ter aqui, em meus braços para abraçar-te, beijar-te, beijar-te, beijar-te..
Te espero até depois do fim.

Amigos

segunda-feira, 18 de março de 2013

Presente lindo da minha doce Elis Marques.

Ver uma imagem dessa logo pela manhã não tem preço, é certeza de que meu Anjo esta sempre a cuidar de mim... Obrigada meu Anjo menina, Obrigada meu Anjo Letícia.
 
 
♥ ANJO ♥

Não haverá um só dia em que eu ao acordar... olhe para o céu e diga: bom dia meu anjo...

Não haverá um só dia em que eu... não estarei com pensamento em você...
...
Não haverá um só dia em que eu... que ao ouvir nossas músicas vou conseguir controlar as lagrimas que insistem cair dos meus olhos...

Não haverá um só dia em que eu ao pensar que você, não sentirei meu peito doer de saudades e transbordar de amor...

Não haverá um só dia em que eu não estarei entregue as recordações de cada momento que vivemos juntos...

Não haverá um só dia em que eu não esteja pedindo à Deus para te proteger e cuidar de você...
Não haverá um só dia em que eu ao ver a chuva cair, não lembrarei como era bom dormir agarradinha a você em noites chuvosas...

Não haverá um dia em que ao sentir o calor do sol, eu não me recordarei de você na praia correndo as ondas do mar...

Não haverá um dia em que eu não me lembrarei do brilho dos seus olhos e do calor da sua pele...

Não haverá um só dia em que eu conseguirei viver sem você... eu tive que aprender a sobreviver... porem VIVER sem você é impossível...

Pois mesmo a distância eu o terei para sempre em mim... os momentos que vivemos são inesquecíveis porque você é minha alma gêmea...

Você é o meu eterno amor!
 
 

Um comentário:

Maria Livia disse...

Oi, Fabiana. Vi seu comentário no meu blog e vim te conhecer melhor. Sinto muito pela sua perda. Meu coração está apertado. Vi como vc é forte e guerreira. Vc escreveu que o beta é dia 21, né? Como vc está lidando com a espera? Sei como é difícil. Se quiser, podemos conversar melhor. Estou na torida por vc.
Um bjo no coração.