Bem ti vi

Para você, Letícia, meu Bem-te-vi".
Viste, hoje, o passarinho na janela?
Tão frágil, tão pequeno, tão delicada fera.
Parece procurar-te, de primavera, em primavera. Até pousar cansado, noutra janela.
Ouviste-lhe, acaso, o canto de saudade? Também eu te procuro minha bela.
Encontro-te no meu peito, fiz-te um ninho, aconcheguei-te no meu altar.
É que aquele passarinho na janela lembrou-me o dia que há muito já perdi.
Bem me quiseste, e tanto bem te quis...
Quiseste mais, eu sei, compreendi. Tu frágil, doce, bela...
Lembro-me de ti. Esquecer-te, meu amor, seria como me esquecer de mim.
É que aquele último dia cerrou-te os olhos delicadamente, e entre beijos eu te vi partir...
Voaste!... Voaste firme e decididamente.
De volta para dentro de mim,
E eu... Fiquei aqui, a lembrar-te de ti, a sonhar contigo, esperando o dia em que poderei te ter aqui, em meus braços para abraçar-te, beijar-te, beijar-te, beijar-te..
Te espero até depois do fim.

Amigos

quarta-feira, 15 de maio de 2013

°°°ઇઉ Depois que perdi meu filho Enzo °°°°: Desabafo de uma mãe de anjo .. o colo que não demo...

Post de desabafo .. total!

Por mais que as pessoas não entendam que uma mãe de anjo vai sempre lembrar e querer falar de seu filho que se foi, o fato é que cada vez mais ele estará vivo em seu coração, sua mente e seus pensamentos estarão sempre nessa direção, é algo automático. Filho(a) anjo é sinônimo de saudade eterna!
Muitos acham que com o passar do tempo a dor também vai passar .. Engano! Não há como esquece-los como a maioria julga ser possível, e mesmo que alguns ignorantes insistam em desviar do assunto, ou queiram insistir em nos dizer para esquecer um filho que partiu, não há como fazer isso.
Independente de ter vivido um dia, um ano, uma década ou apenas 37 semanas e meia dentro do meu ventre e nem sequer ter visto a luz do dia nesse mundo, eu sempre falarei e recordarei do meu filho Enzo. Sim, ele sempre será meu filho! E eu sempre o amarei!
Um filho não substitui outro. Cada um é um ser diferente. Ninguém pode julgar uma mãe de colo vazio, ou a que teve um outro filho após a perda gestacional, achando que isso em si diminui a sua dor. Não é assim minha gente!!! Muito menos pensem que tal dor pode ser comparada a se perder um animal de estimação, ou um amigo, ou qualquer outra pessoa. A dor de se perder um filho é algo inexplicável! Sequer existe nome pra isso ..
Fico impressionada com a incompreensão das pessoas. Como podem querer que esqueçamos nossos filhos? Sim nossos filhos!!! Anjos, mas nossos filhos, sempre!
Cada vez mais percebo que essa dor é feita muito de silêncio.
Meu filho Enzo : Falarei sim sobre você. Mais vezes até. Falando sobre você estarei te relembrando e modificando esse sofrimento para uma saudade. Quem sabe um dia uma saudade que não machuque tanto como ainda hoje dói. Saudade do que não vivemos .. e saudade do tempo em que você estava aqui comigo.
Hoje você estaria com 1 ano e 4 meses .. com certeza correndo de um lado para outro .. mas quem disse que você não está, não é mesmo? De uma forma diferente ..
No ano passado um nó na garganta .. esse ano ele ainda por aqui ..
Amo todos os meus filhos. Todos sem exceção.
Por isso é que de uma forma diferente quero desejar á todas mamães de anjos, forças! E sim um dia das mães não feito só de dores e sim de desabafos, de alívios, de encontrar apoios .. se é que isso seja possível .. acreditar que as peças, um dia irão encaixar ...
Palavras sabias e perfeita para o momento, encontrei no blog de uma amiga que assim como eu ama desesperadamente o filho amado que partiu...


1 ano e 7 meses longe do maior amor da minha vida... Não palavras que aliviem, não ha tempo que passe, não ha remédio que cure... Saudade é o amor que fica!!!
Como deixar de falar de amor quando se ama demais... Como dizia minha mãe, boca fala o que o coração esta cheio e o meu é cheio de amor a Letícia meu docinho!!
Saudade é o amor que fica e estará comigo eternamente, pois eterno é o amor que sinto por você filha!!!

  

Um comentário:

Casal Apaixonado disse...

Fabiana
Essas palavras vieram em um desabafo que estava entalado .. o julgamento das pessoas é muito severo e a cobrança ainda maior para uma mãe de anjo .. e nesse momento aonde tudo era comemoração do Dia das mães como eu poderia estar totalmente feliz quando um dos meus filhos não está aqui comigo? Sei que ele está sob a presença de Deus mas dói demais .. sinto um buraco n'alma ..
Beijos querida e ainda bem que existem pessoas que me entendem ..