Bem ti vi

Para você, Letícia, meu Bem-te-vi".
Viste, hoje, o passarinho na janela?
Tão frágil, tão pequeno, tão delicada fera.
Parece procurar-te, de primavera, em primavera. Até pousar cansado, noutra janela.
Ouviste-lhe, acaso, o canto de saudade? Também eu te procuro minha bela.
Encontro-te no meu peito, fiz-te um ninho, aconcheguei-te no meu altar.
É que aquele passarinho na janela lembrou-me o dia que há muito já perdi.
Bem me quiseste, e tanto bem te quis...
Quiseste mais, eu sei, compreendi. Tu frágil, doce, bela...
Lembro-me de ti. Esquecer-te, meu amor, seria como me esquecer de mim.
É que aquele último dia cerrou-te os olhos delicadamente, e entre beijos eu te vi partir...
Voaste!... Voaste firme e decididamente.
De volta para dentro de mim,
E eu... Fiquei aqui, a lembrar-te de ti, a sonhar contigo, esperando o dia em que poderei te ter aqui, em meus braços para abraçar-te, beijar-te, beijar-te, beijar-te..
Te espero até depois do fim.

Amigos

quarta-feira, 14 de agosto de 2013

14 de Agosto dia da Cardiopatia Congênita.

Difícil dizer, mas parabéns aos cardiopatas pelo dia que foi dedicado a vocês, guerreiros, heróis, ANJOS... Literalmente corações especiais... Parabéns a cardiopata mais importante da minha vida... POTINHO DE OURO!!!
Sei que ai no céu esta curada, acredito realmente nisso, dói pensar nesse dia e saber que você faz parte dele (mesmo hoje estando livre desse mal) tinha um coração grande né filha? foi o que os médicos me disseram:
"O problema é uma insuficiência na válvula mitral, por isso o coração dela esta tão grande"... Bobinhoooo, ele não sabia que seu coração era grande por tanto nos amar!!! 
Hoje você mora no céu minha Princesa, seu coraçãozinho passou a bater no ritmo dos Anjos (com perfeição) mamãe é muito orgulhosa de você, a maneira como chegou, como enfrentou todo aquele pesadelo vivido no hospital, a impossibilidade de não se despedir da mamãe... Como se despedir né filha??? Para que se despedir se ficaríamos juntas eternamente, mesmo que esse juntas seja tão diferente do que estávamos acostumadas... A tranquilidade ao qual partiu e maneira sobrenatural e especial que se aproxima de mim e diz:
Oi mamãe, estou aqui, estamos juntas...
A cardiopatia foi só um pretesto para a morte, e a morte não foi capaz de nos separar...
ESTAMOS JUNTAS FILHA AMADA, JUNTAS PARA SEMPRE ♥

Um comentário:

Anônimo disse...

DEUS ABENÇOE A FORÇA E A SABEDORIA DE VOCES...E O ANJINHO QUE ELE LEVOU PARA PERTO DELE.

UM ABRAÇO,

ALESSANDRA SANTOS