Bem ti vi

Para você, Letícia, meu Bem-te-vi".
Viste, hoje, o passarinho na janela?
Tão frágil, tão pequeno, tão delicada fera.
Parece procurar-te, de primavera, em primavera. Até pousar cansado, noutra janela.
Ouviste-lhe, acaso, o canto de saudade? Também eu te procuro minha bela.
Encontro-te no meu peito, fiz-te um ninho, aconcheguei-te no meu altar.
É que aquele passarinho na janela lembrou-me o dia que há muito já perdi.
Bem me quiseste, e tanto bem te quis...
Quiseste mais, eu sei, compreendi. Tu frágil, doce, bela...
Lembro-me de ti. Esquecer-te, meu amor, seria como me esquecer de mim.
É que aquele último dia cerrou-te os olhos delicadamente, e entre beijos eu te vi partir...
Voaste!... Voaste firme e decididamente.
De volta para dentro de mim,
E eu... Fiquei aqui, a lembrar-te de ti, a sonhar contigo, esperando o dia em que poderei te ter aqui, em meus braços para abraçar-te, beijar-te, beijar-te, beijar-te..
Te espero até depois do fim.

Amigos

segunda-feira, 10 de março de 2014

DESABAFANDO#


Amo falar na Letícia, necessito falar nela, sei que tem pessoas que se incomodam, não sei se por pena ou por estar mesmo de saco cheio de ouvir eu dizer sempre a mesma coisa, contar sempre as mesmas histórias, sei la, o fato é que falar nela é tão importante como o ar que respiro, lembranças, saudades, o amor que sinto por ela é tudo o que restou entre nós, então é assim: continuo a falar nela incessantemente, Continuarei falando do meu Potinho de Ouro, falo em casa com o Marido, as filhas, escrevo no blog, escrevo no face, falo com as amigas, com conhecidas, com gente que nunca vi antes, como por ex. em fila de mercado, ou com motorista de ônibus, por muitas vezes me pergunto porque essa necessidade de falar? imagino o que se passa na cabeça das pessoas, sei que  a maioria tem mesmo dó e isso é muito triste, nunca quis ser motivo de piedade para ninguém,  já tentei não falar, mas não consigo, é mais forte do que eu, é muito amor, é amor que transborda, e em palavras se transforma, só queria que todos soubessem que não preciso da piedade de ninguém, até porque não sou nenhuma infeliz, sou apenas uma mãe que sofre de saudades da filha amada que foi morar longe no alto do céu, mas ainda sim Mãe e por isso sou grata, viveria tudo novamente sem jamais exitar, o sofrimento pela saudade não se compara a alegria plena que ela trouxe a mim, o amor que ela me proporciona e o aprendizado que dia a dia surpreende-me. Aos demais fica a minha exigência: COMPREENSÃO E RESPEITO e quem não ta afim de ouvir ou ler o que escrevo, a porta para sumir da minha vida esta aberta, mas quem tem paciência e gosta do falo ou escrevo fique comigo para sempre pois minhas palavras são de amor, um amor tão lindo e tão puro que tem muito a nos acrescentar!!!



#souumamãedeAnjo#aindasimfeliz#poisapesardeanjo#continuasendoeparasempresera#minhafilhaamada!!!

Um comentário:

Elis Ama Davy disse...

Princesa de asas que a tia ama muitão!
Não me canso de ouvir sobre você, não me canso de olhar suas fotos, não me canso de imaginar você, o Davy e tantos outros anjos amados brincando e sendo felizes no céu!
Amo um tantão de muito, e um dia irei abraçar e dar muitos, beijos... sentir bem de pertinho seu cheirinho de suco de uva! <3