Bem ti vi

Para você, Letícia, meu Bem-te-vi".
Viste, hoje, o passarinho na janela?
Tão frágil, tão pequeno, tão delicada fera.
Parece procurar-te, de primavera, em primavera. Até pousar cansado, noutra janela.
Ouviste-lhe, acaso, o canto de saudade? Também eu te procuro minha bela.
Encontro-te no meu peito, fiz-te um ninho, aconcheguei-te no meu altar.
É que aquele passarinho na janela lembrou-me o dia que há muito já perdi.
Bem me quiseste, e tanto bem te quis...
Quiseste mais, eu sei, compreendi. Tu frágil, doce, bela...
Lembro-me de ti. Esquecer-te, meu amor, seria como me esquecer de mim.
É que aquele último dia cerrou-te os olhos delicadamente, e entre beijos eu te vi partir...
Voaste!... Voaste firme e decididamente.
De volta para dentro de mim,
E eu... Fiquei aqui, a lembrar-te de ti, a sonhar contigo, esperando o dia em que poderei te ter aqui, em meus braços para abraçar-te, beijar-te, beijar-te, beijar-te..
Te espero até depois do fim.

Amigos

quinta-feira, 12 de fevereiro de 2015

Anjo


"Quem é sinônimo de alegria plena... Letícia,

Anjo só pode ser!
Quem tão pouco viveu e sementes de amor semeou,
Anjo se tornou!
Quem cedo partiu e tantos corações soube tocar,
Anjo sempre será!
.
Talvez seja assim que nascem os Anjos...
de uma mãe de verdade que o gera no ventre,
que o alimenta, o acaricia,
aprendendo por ela o mais intenso significado do amor!
.
Talvez seja assim que ensinam os Anjos...
diante das dores que nascem,
dos sofrimentos inevitáveis,
como ter força, fé e coragem!
.
Talvez seja assim que se despedem os Anjos...
levando uma cicatriz no peito,
como lembrança de sua passagem
deixando em troca nos que o amaram
outra marca chamada saudade...
.
Suas lições aqui permanecem
o que se aprende é preciso ensinar.
Amar a vida, amar o mundo,
Amar sem egoísmo
Amar em todas as conjugações...
.
E quando vemos no céu Constelações
com aquele brilho que reluz,
são todos Anjos a chamar;
e cada um em particular
nos envia abraços de almas
e nos joga beijos de Luz!"

Amor maior!!!

Nenhum comentário: