Bem ti vi

Para você, Letícia, meu Bem-te-vi".
Viste, hoje, o passarinho na janela?
Tão frágil, tão pequeno, tão delicada fera.
Parece procurar-te, de primavera, em primavera. Até pousar cansado, noutra janela.
Ouviste-lhe, acaso, o canto de saudade? Também eu te procuro minha bela.
Encontro-te no meu peito, fiz-te um ninho, aconcheguei-te no meu altar.
É que aquele passarinho na janela lembrou-me o dia que há muito já perdi.
Bem me quiseste, e tanto bem te quis...
Quiseste mais, eu sei, compreendi. Tu frágil, doce, bela...
Lembro-me de ti. Esquecer-te, meu amor, seria como me esquecer de mim.
É que aquele último dia cerrou-te os olhos delicadamente, e entre beijos eu te vi partir...
Voaste!... Voaste firme e decididamente.
De volta para dentro de mim,
E eu... Fiquei aqui, a lembrar-te de ti, a sonhar contigo, esperando o dia em que poderei te ter aqui, em meus braços para abraçar-te, beijar-te, beijar-te, beijar-te..
Te espero até depois do fim.

Amigos

quinta-feira, 22 de outubro de 2015

4 anos de saudades

E lá se foram 4 anos...
Não diferente dos últimos anos, sinto a necessidade de escrever, e bem diferente dos últimos anos, hoje minha alma só grita Amor!!!
"Amor que transborda, amor que não cabe em mim"
Completamente livre de medicamentos, completamente lúcida e sóbria eu falo sobre a força onipotente do amor."Não morre aquele que vive na memória de alguém!!!
E o que somos nós ao partirmos se não a história que deixamos, a memória de quem amamos???
Hoje 15/10/15 meu coração sangra pela saudade da presença física, mas hoje 15/10/15 muita coisa clareou em mim, a certeza de que passe o tempo que passar, aconteça o que acontecer, nossa relação superior não mudará, nossa história não se apagara, nosso amor não ira parar de crescer!
Nossa vida segue independente de que lado na vida nós estamos, nossas almas entrelaçadas estarão para sempre juntas, e isso é o que importa!
O mundo certamente não compreende essa minha maneira de ser, sentir e agir... Levaram minha pequenininha de mim, disseram que ela morreu, mas descobri durante essa eternidade denominada por 4 anos, que não morre quem se faz presente! Gravado em minha memória ela está, fixada em meu coração também. Privaram-me de sua presença física, mas não de sua plenitude, num espaço onde só cabe nós duas e onde nada nem ninguém poderá tira-la de mim, vivemos tudo aquilo que nos restou, e posso garantir que não é pouca coisa! 6 meses foram suficientes para eternizar momentos, sensações, sentimentos e emoções que ninguém jamais poderá roubar de mim, nesse nosso pequeno universo escuto com perfeição seus resmungos, seus balbuciados, sua deliciosa gargalhada, sinto seu peso, seu toque e seu inesquecível cheirinho de suco de uva, maravilho-me com o brilho dos seus olhos e me encanto-me com seu sorriso Banguela....
Ela vive dentro de mim, eternizou-se!!!!
4 anos, uma vida inteira ou até mesmo a eternidade é muito pouco tempo para fazer esquecer tudo aquilo que vivemos e sentimos!!!Não se esquece o que se sente!!! Não se esquece o que é real!!!
Amo minha neguinha, hoje com ainda com mais intensidade, beijo-a e te abraço-a em pensamentos, recebo de volta o mesmo amor, Agradeço por ela permanecer em mim, por iluminar meu caminho, nossa família, por aqui todos a amam demais, por aqui ninguém a esqueceu, a levamos conosco em todo tempo, sei que ela sente e recebe todo o amor que dedicamos a ela. Um dia estaremos todos juntos em corpo novamente... Eu acredito! Enquanto isso, permanece em mim meu amor, como sempre foi, tão perfeita e tão fiel!
Dai-me forças Anjo, ajuda-me a compreender o incompreensivo, a aceitar o inaceitável, a superar o insuperável, a Saudade é indescritivelmente grande, mas o amor, meu Amor.... Esse é maior do que todas as coisas!!!


♪♫O Verdadeiro amor espera... Uma vez mais♪♫
Amado Anjo,
Obrigada por fazer parte de nós...
Mamãe, Papai,Ká, Bibi e Marianinha.






























Nenhum comentário: