Bem ti vi

Para você, Letícia, meu Bem-te-vi".
Viste, hoje, o passarinho na janela?
Tão frágil, tão pequeno, tão delicada fera.
Parece procurar-te, de primavera, em primavera. Até pousar cansado, noutra janela.
Ouviste-lhe, acaso, o canto de saudade? Também eu te procuro minha bela.
Encontro-te no meu peito, fiz-te um ninho, aconcheguei-te no meu altar.
É que aquele passarinho na janela lembrou-me o dia que há muito já perdi.
Bem me quiseste, e tanto bem te quis...
Quiseste mais, eu sei, compreendi. Tu frágil, doce, bela...
Lembro-me de ti. Esquecer-te, meu amor, seria como me esquecer de mim.
É que aquele último dia cerrou-te os olhos delicadamente, e entre beijos eu te vi partir...
Voaste!... Voaste firme e decididamente.
De volta para dentro de mim,
E eu... Fiquei aqui, a lembrar-te de ti, a sonhar contigo, esperando o dia em que poderei te ter aqui, em meus braços para abraçar-te, beijar-te, beijar-te, beijar-te..
Te espero até depois do fim.

Amigos

sexta-feira, 7 de outubro de 2016

Preparando-me para a guerra do dia 15!

Assim que sinto com o aproximar do  dia  que inevitavelmente terei que enfrentar. O aniversario da partida! Ahh se eu pudesse riscar esse dia do meu calendário, tomar uma tarja preta poderosa e amnésica, dormir e acordar dias após sem dor e sem memoria, ah se eu pudesse fugir para um lugar onde esse calendário não me alcançaria... Ah se... Ah....
Mais não posso, assim como não pude impedir o sol de nascer e se por aquele dia.... Triste dia, maldito dia!
Minha consciência procura caminhos para me tranquilizar, tenta me convencer que, não ha o que fazer para mudar o que foi consumado, que algumas situações agente tem que aceitar mesmo sem entender, mas nem mesmo essa teoria é capaz de convencer-me de coisa alguma. Quase 5 anos se passou e absolutamente nada mudou dentro de mim, esta tudo aqui, a dor, os porquês, a revolta, a tristeza absoluta, a saudade que queima, apenas meu amor mudou, cresceu e isso muda o tempo todo, cresce a cada segundo. 
A psicologa querida que tratou de mim no começo dizia, o tempo ira se encarregar de colocar as coisas no lugar, seu desespero é porque vê tudo o que aconteceu como um confuso e barulhento Trailers, e o correto é lembrarmos das coisas em nossa memoria como fotografias. Sim, queria ter a oportunidade de dizer a ela que isso funcionou, nisso o tempo me ajudou, consigo ver como fotografias, não sempre, na maioria das vezes vejo como um filme quase que silencioso, e isso por si ja é um grande alivio. Independente de como minha memoria relembra aqueles momentos, ela é precisa e não me deixa esquecer de nenhum minimo detalhe, esta tudo arquivado aqui, e datas faz com que eu veja relembrando cada momento desde a sua concepção, até nossos últimos momentos, nossa despedida, quanta dor! e ao relembrar, chego a escutar a frase que mais as pessoas me diziam naquele fatídico dia:
O tempo ira te ajudar! ou o tempo cura!
Faltando 8 dias para completar 5 anos, a pergunta que não quer calar?
Quanto tempo?
5 anos? não foi o suficiente,
Então eu quero saber,
10? 15? 30? 50?
Alguém pode me responder?
Sempre tive a certeza de que jamais esqueceria minha filha, mas cheguei sim acreditar que um dia deixaria de sofrer, para sentir apenas aquela agradável saudade, assim como sinto dos queridos que fizeram parte da minha vida e ja se foram. Nesse caso, eu desacredito!

Minha filha adorada, o sofrimento por sua partida, a saudade descomunal, e meu absoluto amor faz com que eu seja, ainda que sofrida, grata por ter gerado, embalado, cheirado, beijado Vc!Sou e serei para sempre grata, eu tive você por 6 meses em meus braços, senti a plenitude, 5 anos, ou uma vida inteira de sofrimento é nada diante da grandeza de ter Você! Aquele brilho no olhar, aquele sorriso iluminado, você me trouxe mais... Você me trouxe muito mais!
Choro sua partida durante esses dias, e perdoa-me minha fraqueza, nesses dias revolto-me, mas os dias maus mas uma vez ira passar, e eu celebrarei sua vinda por durante toda a minha existência!
Sua vinda, sua vidinha, nossos poucos e intensos momentos valeram muito mais do que cada lagrima de dor e de saudades, meu amor é maior, nosso elo, nosso vinculo imaculado, perpetuado,  inquebrável, fiel e infinito, vale muito mais.
Minha pequena! minha alegria plena, meu grande amor! 

Nenhum comentário: